atualizado em:

Roteiro pela amazônia peruana

Procurando por um roteiro diferente? Já pensou em conhecer a região da amazônia peruana?

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

Fazer um roteiro pela amazônia peruana para conhecer a história do povo Chachapoya não é tarefa das mais fáceis. As ruínas exigem bastante dos viajantes, a infraestrutura das cidades e hotelaria ainda estão se desenvolvendo e os deslocamentos são complicados. Em contrapartida, é lá que você encontrará algumas das paisagens mais impressionantes do Peru.

Levando as limitações da região em consideração, meu roteiro se resumia a praticamente uma noite em cada lugar e apenas um passeio por dia. Aquilo me deixou encafifado. Já na chegada em Tarapoto, entendi o porquê. Foram mais de 10 horas de estrada (com parada para almoço) entre o aeroporto e o hotel em frente às incríveis Cataratas de Gocta. E isso se repetiria algumas vezes até o final da viagem.

Roteiro pela Amazônia Peruana: Sarcofagos de Karajia

Ingressos, passeios e tours pelo Peru:

Ao mesmo tempo em que as paisagens aliviavam o cansaço, a estrada nos deixava tensos. Era a perfeita explicação da expressão mixed feelings >.<” Felizmente, se a viagem fosse um jogo de jokenpô, a Amazônia peruana ganharia de estrada sinuosa.

Como montar um roteiro pela Amazônia peruana?

Esta, meu caro, é a pergunta de 1 milhão de dólares 😉

Como vocês já devem imaginar, os deslocamentos são o ponto chave e crítico dessa viagem. Escolher bem a cidade base é essencial para diminuir o tempo na estrada, mas confesso que não foi fácil otimizar o roteiro que fizemos. Isso porque cada ruína está num lugar diferente, sempre a algumas horas de distância da cidade mais próxima, e a altitude, normalmente acima dos 2500m, pode castigar quem não tomar cuidado.

Paradas obrigatórias na Amazônia peruana

Roteiro pela Amazônia Peruana: Gocta Lodge

  • Gocta
  • Kueláp
    • Não dá para ir à casa dos Chachapoyas e não visitar Kueláp, sua fortaleza mais famosa.
  • Sarcófagos de Karajía
    • Os sarcófagos de Karajía são poucos, mas são tão emblemáticos que se tornaram o símbolo dessa civilização
  • Museu dos Chachapoya em Leymebamba
    • museu narra a história dos Chachapoyas e tem uma coleção de múmias de impressionar até o British Museum.

Se você colocar esses quatro pontos no mapa, irá perceber que Kueláp fica bem distante de Gocta e é aí que está a grande dificuldade de montar esse roteiro. Você não pode deixar de visitar os dois e, se tentar ir de um para o outro, inevitavelmente terá de parar no meio do caminho antes de seguir viagem.

Como se deslocar pela Amazônia peruana?

Rápido e rasteiro? Contrate um tour ou excursão. De verdade.

Eu não costumo gostar de excursões, mas essa região não pega celular e não tem mapa no GPS (alguns caminhos nem existem nos mapas de papel). Por isso, um motorista que esteja acostumado com o trajeto é essencial. Isso deixará sua viagem mais tranquila e permitirá que você aprecie a paisagem, grande personagem da aventura.

Roteiro pela Amazônia Peruana: ruínas de Kuelap

É recomendável uma viagem pela Amazônia peruana?

Sim! Essa região tem algumas das paisagens mais bonitas do Peru, mas tenha em mente que essa é uma viagem bem diferente – e muito mais longa – do que encontramos no sul do país como no Valle Sagrado, Cusco, Machu Picchu, Arequipa e Puno.

Se você gosta do país, já conhece a história inca e a parte, não deixe de se aventurar pela amazônia peruana, Trujillo e Chiclayo mais ao norte de Lima.

Roteiro pela Amazônia Peruana: Chachapoya

Roteiro pela Região Norte e Amazônia Peruana

Deixo aqui duas sugestões de roteiro: o que fiz nessa viagem e aquele que eu acredito ser mais interessante, pois otimiza o período na Amazônia peruana e inclui Trujillo e Chiclayo, duas cidades com ruínas importantíssimas para a cultura e história peruanas.

Roteiro pela Amazônia Peruana: ruínas de Kuelap

Roteiro de pelo norte e amazônia peruana

Esse é o roteiro que eu faria se estivesse planejando uma viagem o conhecimento que tenho hoje. O resultado final é incrível para complementar seus conhecimentos sobre as civilizações e a cultura peruana.

Primeiro, uma aula de história sobre as civilizações pré-Incas que são o foco dos estudos. A título de exemplo, o descobrimento do Senhor de Sipán é considerado tão importante quanto Tutancamon no Egito!

Roteiro pela Amazônia Peruana: cidade de chachapoya

Depois, você vai até Cajamarca para ver vestígios de povos que viveram há mais de 3000 anos, antes de seguir para descobrir as belezas da Amazônia peruana, incluindo as ruínas Chachapoyas e culminando nas Cataratas de Gocta.

Roteiro Norte:

  • Chegada em Lima / viagem para Huaraz ou conexão para Trujillo
  • (opcional) Huaraz: 3 ou 4 dias
  • Trujillo: 4 dias
    • Complexo El Brujo, Huaca El Dragón e Huaca Esmeralda / Chanchan, Huaca del Sol e Huaca de la Luna
  • Chiclayo: 2 dias
    • Museo Tumbas Reales del Señor de Sipán e Túcume

Roteiro Amazônia Peruana:

  • Cajamarca: 3 dias
    • Banhos Incas e Ventanillas de Otuzco / Kuntur Wasi ou Cumbes Mayo
  • Leymebamba: 2 dias
    • Museu dos Chachapoyas
  • Chachapoyas: 3 dias
    • Fortaleza de Kueláp / Sarcófagos de Karajías e, se der tempo, Mausoléus de Revash
  • Gocta: 3 dias
    • Cataratas de Gocta
    • Hospede-se no Gocta Andes Lodge, a vista é perfeita e é possível ver as cataratas ao longe em frente ao hotel
  • Lima: 3 dias
    • Ida a Tarapoto (ou Cajamarca) e volta para Lima (é preciso prestar atenção nos horários dos voos, pois o caminho entre Gocta e Tarapoto ou Cajamarca é longo. A dica é dormir uma noite em uma dessas cidades por garantia.)
    • Aqui você pode escolher ficar mais alguns dias na cidade para curtir sua cultura e gastronomia.

Total dos dois roteiros: 20 dias pelo menos

Ufa, deu trabalho para conseguir ajustar o roteiro, mas não é que ficou bonitinho? Quem quer montar um grupo para fazer esse roteiro levanta a mão o/

O Sundaycooks viajou para a convite da Promperu e da LATAM.

Assine nossa newsletter!

Comentários