Escolher qual vinícola visitar na região de Santiago não é tarefa das mais fáceis, principalmente para quem não entende muito sobre vinhos, mas tem curiosidade sobre o assunto. Quando estava montando meu roteiro, recorri a uma enquete no Facebook com os amigos que curtem enoturismo para pedir algumas sugestões de passeios e a Casas del Bosque no Valle de Casablanca foi uma das mais bem recomendadas 🙂

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Entrada

Por que visitar vinícolas no Chile?

Os vinhos têm se popularizado no Brasil nos últimos anos, principalmente graças às boas vinícolas existentes nos nossos vizinhos Chile e Argentina. Aproveitei, então, uma promoção de passagens para passar alguns dias em Santiago visitando vinícolas e trazendo informações sobre o ponto de vista de quem ainda está aprendendo sobre o assunto. Ah, e mesmo que vinho não seja sua bebida favorita, os tours pelas propriedades valem o passeio 😉

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Mais parreirais

Conhecendo a vinícola Casas del Bosque próxima a Santiago

Menos de 70 km, ou cerca de uma hora de viagem, separam a vinícola Casas del Bosque, no Valle de Casablanca, de Santiago. Uma localização perfeita para conjugá-la com visitas a outras vinícolas e à Casa Museu Isla Negra de Pablo Neruda 😛

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Outra vista da casa

O passeio por esta que é uma das melhores vinícolas do país começa com o guia nos mostrando os parreirais, falando sobre a colheita, sobre a história da viña, sobre o preparo da terra e sobre como o clima mais frio da região é ideal para a produção de vinhos brancos, Sauvignon Blanc e Chardonnay, e a uva tinta Pinot Noir. Eles também produzem outros vinhos tintos, porém as uvas utilizadas vêm de outro vale onde as temperaturas são mais quentes 😉

Curiosidade: A colheita, que acontece geralmente entre Março e Abril, é feita sempre por mulheres, pois elas são mais delicadas ao tratar as uvas. #girlpower

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Parreirais

Como funciona o processo de fabricação do vinho?

Em um super resumo para leigos podemos dizer que, para o suco de uva virar vinho, ele passa por dois processos de fermentação em que o açúcar da uva é transformado em álcool pelas leveduras, uma espécie de fungo. Os vinhos brancos são fermentados apenas com seu suco, enquanto que os vinhos tintos são fermentados com seus suco, casca e sementes.

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Área de degustação e descanso

Alguns vinhos brancos terminam essa fase de fermentação e são engarrafados em seguida, sendo chamados então de vinhos jóvens. Já outros vinhos brancos como o Chardonay e os tintos podem ficar repousando entre 6 e 24 meses em barris de carvalhos franceses, considerados mais delicados do que o carvalho americano, para que seus aromas e sabores característicos sejam intensificados.

Para os curiosos, cada barril contém aproximadamente 225l de vinho, correspondendo a aproximadamente 300 garravas e pode ser usado por no máximo 4 anos para produzir vinho.

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Parquinho

Carvalho Francês x Carvalho Americano

Aqui vale um parênteses para explicar a diferença entre carvalho francês e americano, pois cada vinícola tem a sua preferência 😛 O carvalho francês é mais caro e tido como mais suave no quesito “dar sabor ao vinho”, pois os poros de sua madeira são menores, fazendo com que o contato do vinho com o ar, necessário para aflorar os sabores e aromas, seja mais lento. Já o carvalho americano tem poros maiores e, por isso, dá sabores mais fortes ao vinho. Em ambos os casos a escolha da madeira dos barris depende das características que se quer dar ao vinho, podendo-se facilmente misturar barris franceses com americanos 😉

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Barris de carvalho francês

A música na fabricação dos vinhos

Na Casas del Bosque é sempre possível ouvir música nas salas onde estão os barris com os vinhos, isso se deve à necessidade de se manter uma certa vibração para que ocorra o decantamento de algumas partículas durante a fase de envelhecimento dos vinhos em barris.

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Vinhos descansando

A degustação dos vinhos da Casas del Bosque 😀

Depois de conhecer sobre a terra, as uva e o processo de fabricação em aproximadamente 30-40 minutos, passamos para a melhor etapa do tour: a degustação \o/

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Taças

A degustação que escolhemos foi a de 6 taças em que foram oferecidos os vinhos: Sauvion Blanc, Chardonay, Pinot Noir, Syrah, Cabernet Sauvignon Gran Bosque e o Cabernet Frank. Aos poucos o guia nos explicava sobre cada vinho, suas cores, características, notas aromáticas, temperaturas ideais e melhores harmonizações.

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Degustação 2

Outros detalhes

A vinícola ainda conta com um restaurante chamado “El Tanino”, com um ambiente bem agradável ao ar livre, onde é possível provar comidas típicas chilenas. A loja oficial também é uma tentação para quem não resiste aos bons vinhos, por isso não deixe de conhecer 😀

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Degustação 1

Este foi certamente um dos tours mais bacanas da viagem, por isso, se você tem apenas um dia para conhecer a região do Valle de Casablanca, próxima a Santiago, considere seriamente passear pelas vinícolas Casas del Bosque e Matetic, da qual falaremos em breve.

Você já conhece essas vinícolas? Tem alguma outra para indicar?

Deixe sua opinião nos comentários 😉

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros do Chile \o/

Vinícola Casas del Bosque Santiago - Outra vista da casa

Viña Casas del Bosque

Endereço:

Hijuela, 2, Centro – Ex Fundo Santa Rosa

Casablanca – Región de Valparaíso – Chile

(56-2) 480 6940 / +56 9 7967 7320

http://www.casasdelbosque.cl

Mapa no site

Como chegar?

De carro alugado (mapa ao final do texto)

Excursões

Ônibus e táxi (explicação no Viaje na Viagem)

Quanto custa?

Family tour com 6 taças de vinhos: 15 mil pesos chilenos (R$ 60)

http://www.casasdelbosque.cl/enoturismo/interior/tours.php

Horários: 

10:30 – 12:30 – 15:00 – 16:30

Duração aproximada de 45 min a 1h

Outras atividades:

Também são oferecidos piqueniques e passeios de bicicletas.

Como reservar?

Envie um email para turismo@casasdelbosque.cl aos cuidados de Luis Vasquez, chefe dos Guias de Turismo, solicitando o tipo de tour que você prefere, a data e horário escolhido.


Ver em um mapa maior

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    11 Comentários
  1. Amei o passeio…. voltaria, com certeza…. Gostaria de apreciar o Restaurante em uma próxima visita.
    p.s. belas fotos

  2. pretendo ir a Santiago em 01/05/2015 e gostaria de conhecer a vinicola Lapostolle.
    qual a forma mais barata de chegar até Santa Cruz ( que é o povoado mais proximo desta vinicola) de modo que seja possivel ir e voltar para Santiago no mesmo dia? Tem idea de quanto custaria um taxi pra me levar e aguardar o passeio e depois retornar a Santiago no fim da tarde?

    • Eu também quero conhecer Santiago em 2015 e pretendo fazer um passeio a essa mesma vinícola!

    • Essa vinícola é linda, Louise. Acho que você vai gostar 🙂

  3. Olá, tudo bem?
    Irei dedicar um, dos três dias que ficarei em Santiago no mês de outubro para conhecer as vinícolas da região Valle da Casabranca.
    Li a indicação de vocês e fiquei com uma dúvida. Vocês acham bacana fazer como: visitar umas 3 ou 4 vinícolas e parar numa última para o almoço? Não fica super corrido? Considerando que vcs já conhecem o esquema, o que vcs sugerem de bacana para programação “1 dia no Valle”?

    • Oi Diana.

      Não é possível conhecer mais de 3 vinícolas no mesmo dia, pois cada tour dura 1h +-, mais tempo de deslocamento, de visita à lojinha, etc. Eu acho que o ideal para um dia apenas é visitar a Casas del Bosque logo que abrir, seguir para a Indómita, almoçar (o chef é ótimo lá) e terminar o dia na Emiliana. Elas são relativamente próximas e são 3 das melhores que conhecemos 🙂 Infelizmente não dá pra incluir a Matetic porque ela é mais longe e é mais interessante para se fazer quando for visitar Isla Negra.

  4. Oii Fred e Natália!
    Estou indo para Santiago sábado (30/04) e na segunda (02/05) iremos para Viña del Mar/Valparaiso. Ficaremos lá dois dias, e para aproveitar vamos descer o Valle Casablanca!
    Aí vem minha dúvida, qual vocês gostaram mais?! Casas Del Bosque ou Viña Indómita, graças ao post de vocês não consigo decidir!!!
    Na verdade estou até querendo parar em uma na ida para Valparaiso e na outra na volta! 😀
    ps: Estou planejando, para aproveitar a viagem, na volta de Vinã Del Mar passar em uma dessas duas vinícolas, almoçar e ir sentido a Algarrobo e descer a costa até San Antonio, passando por Isla Negra, e voltar para Santiago no fim do dia! Vocês passaram pela costa?! Acham que vale a pena?!?!

    • Taty,

      Desculpa pela demora! Estamos viajando e os dias na estrada andam mais cansativos do que imaginávamos. Bom, sua viagem já deve ter acontecido, mas como você fechou seu roteiro? Gostou das vinícolas?

  5. oiii Natalie,
    minha viagem já foi sim!!! E como eu disse não consegui decidir e acabamos passando nas duas!! hehehehe
    Fomos para Vina del Mar na segunda e passamos na Indómita, fizemos o tour e almoçamos lá. Quando voltamos na quarta passamos na Casas del Bosque e fizemos o tour. As duas são lindas, verdadeiros paraísos, mas até hoje estou sonhando com a Indómita! Voltarei lá para ir novamente, amei os vinhos e a comida é fantástica!!! Pedimos o menu degustação com 6 pratos e os vinhos para acompanhar, fiquei apaixonada pelos vinhos dessa vinícola, trouxe vários!! Indico a todos esse lugar, essa comida e esses vinhos, apesar de ter gostado mais do tour da Casas del Bosque e lá ser um pedacinho do céu!!! 😉
    Quanto ao resto do roteiro, após o tour em Casas del Bosque nós descemos pelo litoral até San Antonio, passamos Algarrobo, El Quisco, Isla Negra (casa de pedra do Neruda), El Tabo, Cartagena e de lá pegamos a 78 e voltamos para Santiago! Passamos por lugares bem bacanas, se estiver de carro vale a pena conferir! 😉

Deixe seu Comentário