atualizado em:

Dicas para dirigir no Chile

Já imaginou uma viagem de carro pelo Atacama ou pela Patagônia? Perderia a conta das paradas para fotos que faria ao longo do caminho.

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

4.270 quilômetros. Essa é a extensão total de norte ao sul. Está pensando em fazer uma viagem de carro pelo Chile? Compartilhamos um pouco das nossas experiências, dicas para os estrangeiros que querem dirigir no Chile e fazer roteiros extensos por esse país que é rico em paisagem de natureza extrema.

Como dirigir no Chile - aluguel de carro

Dicas para dirigir no Chile

Alugando um carro no Chile

A primeira coisa é alugar um carro, certo? Comece pesquisando preços em sites como a RentalCars, um site de comparativos de preços de aluguel de carro do mesmo grupo do Booking.com. A ferramenta simplifica a pesquisa ao trazer os preços de várias locadoras (Hertz, Avis, Europcar, Localiza, etc) ao mesmo tempo.

Apesar da carteira nacional de habilitação (CNH) ser perfeitamente aceita, sugiro que você tenha em mão a PID (Permissão Internacional pra Dirigir) para alguma eventualidade. Quando fizer a reserva, faça sempre o seguro total do veículo, pois uma pequena diferença na tarifa lhe garante mais tranquilidade e menos dor de cabeça.

Os melhores passeios pelo Chile

No Chile existe uma modalidade chamada “seguro carta verde“, ele é um item obrigatório para quem quer viajar pelo país e é feito para cobrir os danos causados à terceiros em caso de acidentes. Lembre-se de confirmar se ele está incluso na sua reserva.

Como dirigir no Chile - aluguel

A idade mínima para alugar carro no Chile é 21 anos, mas fique atento: algumas empresa costumam cobrar uma taxa adicional caso você tenha menos de 25 anos.

Além do seguro, vale conferir se o carro alugado tem uma TAG especial (tecnologia parecida com o nosso sistema Sem Parar) para cobrança dos pedágios. É comum cruzar vários deles nas estradas maiores. Algumas avenidas dentro de Santiago também costumam operar num esquema de pedágio urbano, tenha sempre em mãos dinheiro vivo ou moedas trocadas.

Como dirigir no Chile - estradas

Internet no celular e GPS

Um GPS com mapas atualizados pode ajudar (as locadoras costumam oferecer esse aparelho por um custo adicional), mas ter um celular que possa fazer ligações locais e ainda conectar-se à internet é mais útil e prático. Atenção: confira sempre se o local indicado pelo Google Maps ou Waze está realmente correto, porque já fui parar num lugar errado ao querer chegar na vinícola Matetic.

Como dirigir no Chile - quanto custa

Outro ponto importante é a cobertura das redes de celular e GPS, pois em rotas mais inóspitas como trechos da Carretera Austral e da Patagônia, os sinais costumam ser bem escassos. Lembre-se de ter uma opção de mapa offline. Veja aqui onde comprar chip de internet no Chile.

Que tal sair do Brasil com seu chip garantido?

A EasySim4U oferece atendimento em português, pacotes ilimitados de internet e entrega em todo Brasil!

As estradas e avenidas chilenas

As estradas chilenas são geralmente muito boas. Entre Santiago, as várias vinícolas do Vale de Casablanca e Isla Negra, não encontramos nenhum problema. O limite de velocidade existe, deve ser respeitado, mas eu não vi nenhum radar como os que temos por aqui.

Como dirigir no Chile - dicas

Já dentro da cidade, você irá encontrar algumas avenidas muito largas e outra nem tanto, mas o que incomodou foi a quantidade de bifurcações para entrar ou sair de algumas delas. Teve uma bifurcação que tinha 3 opções para o mesmo lado (seria essa uma trifurcação?). Claro, que eu peguei a errada, mesmo com o GPS, né? Por isso, tome cuidado e preste bastante atenção quando precisar passar por esses locais.

O trânsito de Santiago é um grande problema principalmente nos horários de pico. Para tentar contornar essa situação, algumas faixas das grandes avenidas são reversíveis (como acontece no Rio de Janeiro e São Paulo). Sendo assim, se você puder evitar dirigir nesses horários, melhor, pois ninguém quer ficar preso no trânsito quando se está viajando, não é? Os motoristas em geral também são bem comportados e nada como os de Campinas que aceleram assim que percebem que você quer mudar de faixa.

Dicas de segurança para dirigir no Chile

  • Não estacione o carro em estacionamentos clandestinos. A maioria dos estacionamentos em Santiago são subterrâneos.
  • Apesar de não existir um programa de rodízio como o de São Paulo, o governo as vezes aciona esse tipo de sistema quando o índice de poluição está muito elevado.
  • Nunquinha mesmo deixe nenhum pertence de valor dentro do carro. Relatos de furtos em lugares turísticos costumam ser frequentes.
  • Atenção com o pé pesado, sempre respeite os limites de velocidade nas estradas e dentro das cidades.
  • Cuidado com a pane seca: a oferta por postos de gasolina na estrada é pequena.
  • Sabe a nossa gasolina aditivada / premium? No Chile, o combustível mais comum é essa gasolina de maior qualidade. Lá você vai encontrar nas versões 93, 95 e 97 octanagem.
  • Não alugue um carro para fazer os passeios de bate-volta até as estações de esqui próximas de Santiago. É muito perigoso dirigir na neve e nas curvas fechadíssimas quando não estamos acostumados.

Como dirigir no Chile - CNH

Vale a pena alugar carro em Santiago?

Relativamente mais fácil que dirigir por capitais como São Paulo e Belo Horizonte, é factível alugar um carro apenas para fazer passeios pela região de Santiago. Como a maioria dos pontos turísticos da capital está próxima a estações do metrô, alugar um carro para ficar apenas na cidade não vale a pena.

O ideal é alugar carro em Santiago apenas se você quiser ir às vinícolas do Vale de Casablanca ou do Vale de Maipo ou seguir até Valparaíso e Viña del Mar, dando preferência aos finais de semana e feriados para evitar o trânsito dos horários de picos.

Nunca se esqueça: se beber, não dirija (mesmo se for só um tour de degustação de vinho).

Como dirigir no Chile - PID

Assine nossa newsletter!

Comentários