atualizado em:

Onde ficar em Montreal? Dicas de hospedagem

Novos hotéis, decorações incríveis e muitas opções: a hotelaria de Montreal nunca esteve tão animada.

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Ah, Montreal! Uma das cidades mais interessantes de Quebec não pode ficar de fora de uma viagem pelo Canadá. Do charme do seu centro histórico às delícias gastronômicas, a cidade é um prato cheio para quem gosta de metrópoles animadas. Abaixo você encontra dicas selecionadas de onde ficar em Montreal e quais são os melhores bairros para se hospedar.

onde-ficar-montreal-melhor-bairro-catedral

Leve um detalhe importante em consideração: a alta temporada em Montreal corresponde aos meses mais quentes do ano (de maio a setembro), portanto não deixe sua reserva para a última hora. Se quiser garantir o pacote de preço aliado a boa localização, a pesquisa com antecedência é fundamental, principalmente a viagem acontecer durante o famoso festival de Jazz que vai do final de junho até primeira quinzena de julho.

Já nos meses mais frios do ano, como a procura por quartos diminui consideravelmente, a tendência é de conseguir encontrar ótimas ofertas principalmente nos hotéis mais caros.

Os melhores bairros para se hospedar em Montreal

Old Montreal e Downtown Montreal são os melhores bairros para se hospedar. Suas localizações são estratégicas para quem quer visitar os pontos turísticos da cidade, olhar algumas vitrines e não resistir aos inúmeros restaurantes.

Old Montreal

O centro histórico de Montreal, também chamado de Old Montreal ou Vieux-Montreal, é o bairro mais charmoso da cidade. Cheio de prédios antigos, esse pedaço revela ares diferentes do Canadá – ou seriam ares da França?

O bairro, além do seu apelo histórico, também é repleto de galerias de artes, ótimos restaurantes e atrações turísticas a curtas caminhadas de distância. Ele também fica próximo do Old Port – porto antigo –, onde está a nova roda gigante da cidade e onde, no inverno, é instalada a enorme pista de patinação no gelo.

Vieux-Montreal tem acesso fácil à estação Place d’Armes da linha laranja do metrô e a uma pequena distância da rua de compras Santa Catarina ou Saint Catherine st.

montreal canada na neve

Optando por ficar nessa área, considere se hospedar no Hotel Gault que tem quartos amplos, decoração clean e biblioteca aconchegante com lareira (ideal para escapar do frio canadense!). Ele segue a linha hotel boutique contemporâneo. Outra opção é o Hotel Épik Montréal que fica num edifício histórico e tem um lindo terraço ao ar livre.

Já o Le Petit Hotel fica a um quarteirão da Basílica de Notre-Dame e tem quartos modernos com TV de tela plana e chuveiro de hidromassagem. Além do irresistível café da manhã europeu, o hotel também disponibiliza algumas bicicletas de cortesia para seus hóspedes pedalarem pela cidade.

A decoração do William Gray é linda. Não dá vontade de sair e os motivos para ficar são grandes: cama enorme, máquina de café no quarto, roupão fofinho, banheira e janelão com vista para a cidade. O bar e a área para jogar bilhar fecham o pacote.

Ficamos no Le Saint Sulpice Hotel, próximo da Catedral de Notre Dame. Os quartos são espaçosos, com salas e minicozinhas, wifi gratuito e um café da manhã generoso com pães frescos e croissants que só perdem para os franceses.

onde-ficar-montreal-melhor-bairro-dica-hotel

Todo vintage e romântico, o Auberge du Vieux Port tem uma bela vista para o Rio Saint Lawrence e para o porto antigo. É ideal para quem gosta de hotéis mais clássicos.

Downtown Montreal

A oferta de hotéis em Downtown Montreal é vasta. São diversas redes renovadas que recebem o viajante a negócios, mas que também atendem muito bem quem viaja a lazer. Essa área concentra o coração financeiro da cidade, assim como muitos centros comerciais, lojas e entradas para o metrô.  É uma região de fácil acesso às principais atrações e as famosas passagens subterrâneas de Montreal.

onde-ficar-montreal-melhor-bairro-downtown-montreal

O Le Dauphin fica a quatro minutos a pé da estação Bonaventure e tem um jeito moderninho-minimalista. Todos os quartos têm computador e wifi gratuito.

Já o AC Hotel fica a meio caminho entre o Quartier des Spectacles e Old Montreal e figura na lista dos novos hotéis da cidade. Os quartos têm uma decoração mais leve e se você precisar, ele ainda oferece serviços de concierge, academia, wifi gratuito em todas as áreas e um bar.

O Hotel Monville mescla dois conceitos de decoração que gosto bastante: sustenta, ao mesmo tempo, itens vintages com contemporâneos e tons elegantes e os quartos ainda têm janelões enormes com vista para o centro urbano. Ele também disponibiliza wifi gratuito e tem um belo terraço ao ar livre.

Excêntrico e chamativo como todos endereços da marca costuma ser, o W Montreal é bem localizado tem um bar animado e decoração extravagante, além de um ótimo SPA e um time de concierge que consegue reservas até nos restaurantes mais cobiçados. Porém, a fachada é mais discreta e preserva a estrutura do antigo prédio histórico do Banque du Canada, onde foi construído o hotel.

Recém renovado, o emblemático Fairmont não carrega mais aquele ar pesado, mas segue atendendo os hóspedes sem abrir mão da tradição que fez o nome da marca. Sabia que fica neste hotel a famosa suíte local do “ben-in for peace” do John Lennon e Yoko Ono?

Outro hotel que caprichou no quesito renovação da marca foi o Renaissance. Inaugurado em 2016, ele é elegante e mais arejado que os outros desta rede tradicional. Repare que o átrio é inspirado pela arte de rua local.

Centre-ville Ouest

A oeste de Downtown e próximo ao metrô e de linha de ônibus, o Holiday Inn tem terraço ao ar livre e quartos com banheira de hidromassagem. Procure pelas ofertas da rede.

O Sundaycooks viajou para Montreal a convite do Destination Canada e do Festival Montreal en Lumière

Assine nossa newsletter!

Comentários