atualizado em:

Qual moeda levar para o Peru? Dólar, novo sol ou real?

Descubra como economizar na hora de comprar as moedas para que você possa gastar tudo em lembrancinha :P

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

Decidir qual moeda levar para o Peru, seja dólar, novo sol ou real, pode ser mais difícil que escolher qual peruca usar no show da Lady Gaga. Quase desesperador, eu diria. 

Felizmente neste artigo você descobrirá qual a melhor moeda para levar ao Peru, como decidir entre as várias formas de pagamento, além de encontrar dicas para economizar no câmbio, para evitar notas falsas e também sobre o que fazer com os soles que sobrarem no final da viagem.

Novo Sol: o dinheiro peruano

A moeda peruana é o novo sol (nuevo sol ou simplesmente soles) e hoje ela é encontrada em muitas casas de câmbio do Brasil devido ao aumento da popularidade do Peru por aqui. Será que o Sundaycooks tem um pouquinho de culpa nessa popularização? Eu gosto de pensar que sim :mrgreen:

O novo sol é abreviado como “S/” e não como “$” (cifrão), como é comum. Portanto, se você achar um cifrão na frente dos preços em algum lugar, confirme se eles não estão te cobrando em dólar.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? - 11

Qual moeda levar para o Peru?

Há alguns anos, o real era bem valorizado em relação ao novo sol, mas com os problemas econômicos aqui do Brasil esse papel se inverteu. Também por causa das mudanças do IOF, usar o cartão de crédito, de débito ou mesmo pré-pagos e VTM tem sido menos atraente.

Fiquem tranquilos, este artigo estará sempre atualizado com a melhor opção. Ah, se você viajar para o Peru e puder comentar as cotações que encontrou, nós agradecemos!

Leve dólar

No geral, o ideal é ter a maior parte do seu dinheiro vivo em dólar americano. Ele costuma ser mais vantajoso, mesmo considerando a dupla conversão (de real para dólar e de dólar para soles). O dólar ainda tem a vantagem de ser aceito como forma de pagamento em alguns lugares como hotéis, agências de viagens, passeios e lojas.

Quem tiver curiosidade para ver as fórmulas de conversão, no final do artigo mostro como calcular e explico por que essa conta é tão complexa.

No Peru eles preferem notas novas de dólar, principalmente nas agências de viagem, e podem recusar receber papéis moeda que estejam manchados ou rasgados.

E um pouco de novo sol

Leve também um pouco de novo sol para o início da viagem e depois comece a trocar os seus dólares. Assim você não se preocupa com câmbio na chegada e tem tempo para pesquisar boas cotações na cidade. Minha recomendação é levar de 300 a 400 soles para esses primeiros dias.

Explicando a vantagem de levar dólar em vez de novo sol

O dólar costuma ter um spread (que é o valor que as casas de câmbio colocam em cima da moeda) entre 4,5 e 5,5%. Já o novo sol tem spread próximo de 20%. Por isso, mesmo que você perca 5,5% comprando dólar aqui e outros 5,5% na troca por novo sol no Peru (total de 11,3%), ainda pagará menos do que se comprasse o novo sol no Brasil com 20% de spread.

Vale a pena levar real para o Peru?

A cotação do real não é muito favorável no Peru. Contudo, se você não teve tempo de comprar dólar (já falei que temos ótimas cotações?) e não houver outra maneira, usar os reais é possível.

Lembre-se que pode ser um pouco mais difícil conseguir trocar real nas casas de câmbio, principalmente em cidades menores, e que o real não costuma ser aceito como forma de pagamento como acontece com o dólar. Por isso, troque os reais sempre nas cidades mais turísticas, como Lima e Cusco, para não ter problemas ao chegar nos destinos menores.

Vale a pena levar euro?

Nas pesquisas que fiz recentemente numa viagem pelo Peru, levar euro não era melhor do que levar dólar. Desta maneira, considere essa opção apenas se já tiver a moeda europeia em mãos, caso contrário é melhor comprar dinheiro americano mesmo.

Como economizar na hora de comprar dólar ou novo sol?

Nós somos correspondentes cambiais da Confidence Câmbio e isso nos permite usar uma taxa melhor que a normal para venda de moeda estrangeira. Isso mesmo! Reservando conosco, você economiza na compra de dólar, de novo sol e de várias outras moedas e ainda ajuda a manter o site.

Para entender como funciona e pedir um orçamento, basta acessar a página abaixo:

Como comprar moeda com desconto e o melhor câmbio? Dólar, Euro, peso, soles e outras

Onde trocar dinheiro no Peru?

Antes de mais nada, troque seu dinheiro sempre nas casas de câmbio. Elas podem parecer estranhas e improvisadas, eu sei, mas é assim que elas são por lá. Plaquinhas com “Money Exchange” normalmente mostram os lugares que fazem a troca e seu hotel ou guia podem indicar bons lugares também.

Notei que a cotação nos grandes centros muda muito pouco de uma casa de câmbio para outra, coisa de 1 ou 2 centavos de novo sol. Por isso, mesmo que não consiga a cotação ideal, você não deve perder mais que 1 ou 2 soles a cada 100 dólares.

Antes de fazer o câmbio, pergunte sempre se a casa aplica alguma taxa extra sobre o valor final. No aeroporto isso é normal, mas fora dele nenhum lugar nos cobrou essa taxa.

O valor que a casa de câmbio usa para a troca de moedas é o de COMPRA (menor), não o de VENDA (maior). Cuidado para não se confundir.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? - 10

Nunca troque dinheiro no aeroporto, seja no Brasil ou no exterior, ou nos bancos do Peru, pois eles têm as piores cotações que encontrei em todas as minhas viagens pelo país.

Também nunca troque dinheiro nas ruas. Mesmo que o cambista esteja uniformizado, a situação é, no mínimo, mais perigosa e você tem mais chances de receber notas falsas do que numa casa de câmbio. Nós já ouvimos algumas histórias de pessoas que receberam novo sol falso nessa situação. Não há motivo para preocupação, mais abaixo explico como reconhecer notas falsas.

Onde trocar dinheiro em Lima?

Em Lima, o bairro Miraflores é repleto de casas de câmbio, afinal é o bairro onde a maioria dos turistas prefere se hospedar. É na Av. Jose Larco que está boa parte delas, por isso não há muita variação nas cotações por ali. Essa também é a avenida que está de frente para o famoso Shopping Larcomar.

Do hotel Ibis Larco Miraflores até a esquina com a Calle San Martín, a variação que encontrei nas cotações foi de apenas 2 centavos de sol. A pior foi a Money Gram logo à esquerda do hotel e a melhor foi na mesma quadra, 2 lojas à direita dele.

Onde trocar dinheiro em Cusco?

Em Cusco, a Av. El Sol, uma das principais da cidade, tem diversas casas de câmbio já nos primeiros quarteirões a partir da Plaza de Armas.

Desça pelo lado direito da avenida e vá pesquisando a cotação pelos primeiros quarteirões. Assim você pode voltar e escolher a que estiver pagando melhor pelo dólar ou real.

Se souber de bons lugares para troca de moeda em outras cidades, por favor nos avise.

Negocie tudo, inclusive a cotação. Eu consegui melhorar um pouquinho o valor pago pelo dólar ao trocar mais dinheiro, por exemplo.

Horários das casas de câmbio no Peru

As casas de câmbio costumam ficar abertas no mínimo de 9 às 18h durante a semana e boa parte delas abre nos finais de semana também, principalmente em Cusco e em lugares de grande movimento.

A casa de câmbio carimbou minhas notas. Por quê?

É estranho, mas como medida de segurança, algumas casas de câmbio carimbam as notas antes de entregarem aos clientes. O carimbo é pequeno e não atrapalha em nada, apenas garante que a nota é verdadeira e que foram eles que fizeram a troca.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? - 12

Dólares como forma de pagamento

Mesmo o novo sol sendo a moeda corrente do Peru, alguns lugares turísticos podem aceitar dólares como forma de pagamento. Os lugares mais comuns que aceitam pagamento nessa moeda são hotéis e agências de viagem. Alguns restaurantes e lojas também podem aceitar. Nesses dois casos, o troco é dado sempre em soles e a cotação não costuma ser interessante.

Cartões de crédito e de débito no Peru

Nunca ponha todos os ovos na mesma cesta, já dizia nossas avós empreendedoras. Por isso, leve também seus cartões de crédito e de débito, sem esquecer de liberar o primeiro para compras no exterior e de liberar o segundo para pagamentos e saques em caixas eletrônicos internacionais.

Ah, leve também o número do seu banco, porque eles adoram “esquecer” que seu cartão foi liberado e você pode passar apertos por causa disso. Passamos por isso nessa última viagem.

Se for possível escolher, dê preferência aos cartões Visa que no Peru são mais aceitos. Mesmo assim, o MasterCard não deve apresentar problemas, mas evite outras bandeiras como Diners ou Amex.

Por causa do IOF atual, utilize o cartão para casos específicos e sempre pergunte se é possível cobrar diretamente em dólares, assim você evita a conversão de novo sol para dólar que é feita antes de converter de dólar para real.

Atenção: Se você tiver um cartão múltiplo, recomendamos que o use apenas para crédito. Isso porque algum problema no sistema faz com que a utilização de cartões múltiplos na função de débito e saque costuma aparecer na fatura como crédito com taxas extras e caras!

Como fazer saques no Peru?

O processo é como o nosso aqui no Brasil com alguns detalhes por ser internacional:

  • Em determinado momento, você precisará selecionar entre conta corrente (cuenta corriente ou checking account) ou conta poupança (cuenta ahorros ou savings account). Use sempre a opção de conta corrente.
  • Além da taxa do seu banco, a maioria dos caixas eletrônicos peruanos cobra uma taxa extra na moeda local. Ela costuma variar entre 5 e 15 soles.
  • É possível sacar em dólares em alguns caixas eletrônicos.
  • Há limitação da quantidade de dinheiro para saques. Ela costuma variar entre 300 e 400 soles ou 200 e 300 dólares. Isso é feito para que o cliente pague mais taxas para o caixa eletrônico ao se ver obrigado a fazer vários saques.

Para dicas gerais sobre saque internacional, leia:

Como usar o cartão de débito internacional

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? - 02

Como identificar notas falsas de novos soles no Peru?

Notas falsas de novos soles não são tão comuns como em outros países da América do Sul, mas é preciso estar atento para não ser enganado.

Siga as dicas básicas

  • Use apenas caixas eletrônicos de bancos instaladas em lugares grandes (shoppings, aeroporto, lojas famosas) e tente evitar os caixas da rede GlobalNet, pois já vimos casos de notas falsas neles.
  • Se precisar trocar notas grandes de novo sol por notas menores, procure as casas de câmbio, os hotéis ou alguma lojas de confiança.
  • Nunca troque dinheiro na rua.
  • Evite usar notas grandes para pagar táxis e compras pequenas.
  • Não aceite notas de 200 soles.
  • Se estiver na dúvida se a nota é verdadeira ou não, peça para a pessoa trocar por outra.
  • Quando receber as notas, confira os valores com atenção e depois use a regra do tocar, olhar e virar.

Como identificar notas falsas de nuevos soles no Peru - Notas verdadeiras 2

Tocar

A textura da nota não é lisa como num papel normal. Também é possível sentir em alto relevo os escritos Banco Central de Reserva del Peru.

As notas verdadeiras, ao serem amassadas de leve, voltam ao seu estado normal, enquanto que as notas falsas não voltam.

Note que, quanto mais antiga ou gasta a nota, menos eficiente é esse método.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? Como identificar notas falsas - 03

Olhar

A marca d’água das notas de Nuevos Soles deve corresponder à imagem presente na nota.

No canto superior da nota, exite um número incompleto que, ao ser colocado contra a luz, deve aparecer completo e de maneira perfeita.

O número de série presente na parte inferior da nota deve ser igual ao número presente na lateral da mesma.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? Como identificar notas falsas - 04

Virar

O número grande que aparece em fúcsia (para mim é rosa, mas tudo bem) deve mudar de cor para uma espécie de verde ao ser deitada em frente aos seus olhos. Já a nota de 200 soles apresenta esse número maior em cor cobre (ouvi dizer que é marrom) que deve mudar para verde.

Nessa posição inclinada, também é possível ver o número oculto, correspondente ao valor da nota, ao lado da imagem. Confesso que em algumas notas eu tive uma certa dificuldade nessa última parte.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? Como identificar notas falsas - 05

As notas de 100 e de 200 novas também contam com dispositivos extras de segurança, como uma fita em que é possível ver figuras de peixes se mexendo ao mover a nota. Não aceite notas desses valores que não tiverem esse dispositivo.

Qual moeda levar para o Peru: dólar, real ou novo sol? Como identificar notas falsas - 06

De maneira rápida

  1. Verifique a marca d’água das notas
  2. Veja se o número muda de cor ao mudar o ângulo da nota
  3. Nas notas de 100, cheque se o peixinho da fita se move

Isso já deve pegar boa parte das notas falsas. E não se esqueça: na dúvida, peça para trocarem as notas.

O que fazer se sobrarem novos soles no final da viagem?

Para evitar ficar com muito dinheiro peruano sobrando ao final da viagem, recomendo sempre trocar dólares em quantias pequenas (100-150 USD de cada vez).

Se ainda assim sobrarem novos soles, pague o último hotel com a moeda peruana, deixando um pouco para pagar o transporte até o aeroporto e também para algum imprevisto. Eu geralmente guardo uns 100 novos soles para isso.

Ainda tem algum novo sol? Gaste no free shop ou leve de volta como recordação.

Dizem que quando voltamos para casa com dinheiro de outro país, significa que retornaremos para lá no futuro. Devo ter alguma moeda de novo sol perdido na gaveta, só pode 😀

Como calcular se vale a pena levar dólar ou novo sol para o Peru?

Saiba que as cotações variam. O. Tempo. Todo. E pelos mais variados motivos, sejam eles econômicos ou políticos. Além disso, ainda existe a dificuldade de se conseguir valores precisos de cotações tanto nas casas de câmbio do Brasil (fácil), quanto nas do Peru (difícil). Para fazer os cálculos de forma mais precisa, não podemos trabalhar com os valores encontrados no Google, ou divulgados pelo Banco Central. Elas devem ser dos locais onde você fará a troca. E cada um pode ter um valor diferente. Some-se isso tudo à necessidade de obtê-las no mesmo momento, temos a confusão matemática criada.

Como já mencionei, levar dólar para o Peru é a opção mais prática e garantida de se conseguir boas cotações.

Vamos às contas. Comece encontrando os seguintes valores:

  • USBR = cotação do dólar no Brasil em real já com IOF
  • USPE = cotação do dólar no Peru em novo sol
  • BRPE = cotação do real no Peru em novo sol

Vamos comprar a quantidade de soles equivalentes a 100 dólares comprados no Brasil e com a quantidade que o valor desses dólares em reais daria ao ser trocado no Peru.

Os números de referência são de um dos dias da nossa última viagem e não vou considerar a opção de levar novo sol aqui do Brasil por ser algo desvantajoso. Note que de lá pra cá a cotação já se alterou, mas os resultados de todas as contas que fiz durante a viagem foram os mesmos. Por isso pense nessas contas como ordens de grandeza e como uma referência para sua decisão.

Referência: USBR = 3,46 | USPE = 3,23 | BRPE = 0,90

  • 100 dólares em real = R$ 346 (100 x USBR)

Agora vamos comparar se valeria mais a pena levar 100 dólares ou os 346 reais que seriam equivalentes a eles para o Peru.

  • 100 dólares em soles = S/ 323 (100 x USPE)
  • 346 reais em soles = S/ 311,40 (346 x BRPE)

Ou seja, 100 dólares comprados no Brasil e trocados no Peru são equivalentes a 323 soles, enquanto os 346 reais equivalentes a essa quantia valem apenas 311,40 soles quando trocados por lá. Uma diferença de 3,5% aproximadamente.

Assine nossa newsletter!

Comentários