atualizado em:

Como visitar o vulcão Taal, nas Filipinas

Uma mistura de vulcão com desafio para o cérebro, o Taal é um bom passeio para sair um pouco de Manila

por Gabe Britto outros artigos do autor
atualizado em:

Além de ser uma das maiores, mais belas e mais impressionantes atrações das Filipinas, o vulcão Taal também é um fenômeno natural fascinante que provoca um pequeno nó em seu cérebro: seu conjunto é formado por uma ilhota dentro de um lago, dentro de uma cratera, dentro de uma ilha, num lago, dentro de uma caldeira vulcânica em uma ilha no mar.

E sabe o que é melhor? Tagaytay, a cidade de onde você tem a melhor vista de toda essa confusão, pode ser visitada num bate-volta de um dia desde a capital, Manila – ainda que isso seja bem cansativo.

Veja algumas dicas quentes para essa aventura vulcano-filipina.

Entendendo o vulcão Taal

Não é fácil compreender o conjunto que forma o Taal, mas é possível. Leia com calma e acompanhe olhando aqui no Google Maps.

  • Vulcan Point: é uma ilhota inabitada, coberta de vegetação, no meio do lago conhecido como Crater Lake.
  • Crater Lake: é um lago que toma conta de toda a principal cratera do vulcão Taal. Essa cratera fica no meio de uma ilha chamada Volcano Island.
  • Volcano Island: é a ilha onde fica a atual cratera principal do vulcão Taal e dezenas de outras menores. Ela fica dentro do Lago Taal e foi formada numa erupção de 1911.
  • Lago Taal: é o lago que se formou na caldeira vulcão Taal (clique aqui para saber o que é uma caldeira vulcânica). Ele tem entre 25 e 30 km de extensão e fica na ilha de Luzon.
  • Luzon: é a maior ilha das Filipinas, a mesma onde está a capital, Manila. Ela fica entre o Mar das Filipinas e o Mar do Sul da China.

Entendeu?

Como ir até Tagaytay

Tagaytay fica a apenas 60 km de Manila, o que leva o viajante desavisado a pensar que visitar a cidade seja mamão com açúcar.

Ledo engano.

Por causa do trânsito enlouquecedor de Manila e de todas as cidades ao seu redor, esse trajeto pode levar até 3 horas para ser percorrido, mesmo num fim de semana.

É possível fazer essa pequena viagem com transporte público, mas eu só recomendo que você arrisque se tiver a intenção de pernoitar em Tagaytay, caso contrário corre o risco de chegar na cidade e ter que voltar imediatamente.

O conselho é: contrate um tour. Eu fui com a Rajah Tours e não tive nenhum problema, mas uma leitora foi com ela e achou péssimo. Veja o relato nos comentários e decida ou faça uma busca e escolha aquela que parecer melhor para você. Várias empresas oferecem o serviço e talvez seja o caso até de contratar um passeio particular.

Jeepney em Tagaytay

Um jeepney enfezado nas ruas de Tagaytay

Como ver o vulcão Taal em Tagaytay

Tagaytay fica quase inteiramente pendurada numa das montanhas ao redor do Lago Taal. E como o turismo é parte importantíssima da cidade, praticamente toda a borda que tem vista para a caldeira (ao longo da Tagaytay-Nasugbu Highway e da Tagaytay-Calamba Road) é tomada por restaurantes, cafés, hotéis, pousadas e qualquer outro estabelecimento onde podemos entrar. É só escolher o que parece melhor.

Mas se você prefere chegar lá com algo já definido, vá para o Taal Vista Hotel, que tem uma posição excelente e uma área aberta grande o bastante para apreciar a paisagem sem uma multidão ao seu redor.

Turistas olhando o Taal, em Tagaytay

Ou, se preferir algo mais emocionante, vá para o parque de diversões Sky Ranch, vizinho ao Taal Vista Hotel. Ele tem uma roda-gigante bem na beira da montanha, garantindo uma vista um pouco mais elevada para o vulcão.

Sky Ranch, o parque de diversões com vista para o vulcão Taal

Como visitar o vulcão Taal

Apesar do vulcão Taal ser o segundo mais ativo das Filipinas, é possível fazer trekking na sua cratera.

Para isso, vá até a cidade de Talisay, aos pés de Tagaytay e às margens do Lago Taal. Dali partem barcos até a Volcano Island, onde existem trilhas para os mais destemidos. Se você não se sentir à vontade fazendo isso sozinho, contrate um guia na local (certamente haverá oferta na sua chegada).

Recomendação: leve protetor solar e chapéu.

É perigoso visitar o vulcão Taal?

É difícil afirmar. Milhares de pessoas vivem coladas nele e outras milhões estão perto, mas isso não significa segurança, apenas mostra que o ser humano gosta de desafiar a natureza.

Para formar a sua própria opinião, considere que a última erupção do Taal aconteceu nos anos 1970, mas o departamento de observação de vulcões das Filipinas tem registros de movimentação considerável nos anos 2000 – em 2011 houve até evacuação de moradores da região.

Além disso, ele tem um histórico de 4 erupções de nível 4 (numa tabela que vai de 0 a 8) nos últimos 200 anos, o que o coloca entre os mais perigosos do mundo.

Agora decida aí.

Onde ficar em Tagaytay

Como foi dito acima, existem muitas ofertas de hotéis e pousadas na beira da caldeira, então é só pesquisar por Tagaytay no Booking e escolher a opção que se encaixa melhor nas suas exigências e no seu orçamento.

Como dica pessoal, eu falo de novo do Taal Vista Hotel. Se conseguir um quarto virado para o lago, não vai ter erro.

Hotel Taal Vista, em Tagaytay
Mas se você não gosta da ideia de dormir pendurado na borda de uma caldeira vulcânica, considere ficar não exatamente em Tagaytay, mas ali juntinho, num lugar maravilhoso: o bed & breakfast Sonya’s Garden.

O Sonya’s Garden é a enorme residência/jardim de uma simpática senhora que dedica a sua vida a deixar todo o ambiente com o maior clima de paraíso bucólico na Terra, inteiramente decorado de maneira simples e rústica, com extremo bom gosto e elegância.

Você nem vai lembrar que está pertinho de um vulcão ativo.

Sonya's Garden, em Tagaytay

Onde comer em Tagaytay

Nem vou colocar outras opções, porque acho que nada bate o restaurante do Sonya’s Garden: comida orgânica magnífica, em um ambiente delicioso, cercado por jardins onde Adão e Eva poderiam morar felizes da vida.

Restaurante Sonya's Garden, em Tagaytay
É um alívio dentro de qualquer viagem nos arredores de Manila e ainda prepara você para as 3 horas de viagem de retorno ao seu hotel.

Sonya’s Garden

  • Endereço: Barangay Buck Estate, Alfonso, Cavite
  • Site
  • Horários: aberto diariamente para almoço e jantar (sem horários fixos)
  • Faixa de preço: buffet de almoço e jantar por 683 pesos filipinos por pessoa; opcionais de carne a partir de 554 pesos filipinos; buffet de café da manhã por 560 pesos filipinos por pessoa

Quando ir para Tagaytay

Por estar no alto de uma montanha, Tagaytay tem um clima bem mais ameno do que Manila, mas a altitude traz um inconveniente: as nuvens. É possível pode pegar um dia totalmente fechado, impossível de enxergar o vulcão Taal.

A boa notícia é que o tempo pode mudar de um minuto para o outro (foi assim na minha visita) e o que parece ser um dia perdido pode virar um dia excelente.

Para ter mais chances de dias melhores, o ideal é ir entre março, abril e maio. Para referência, tenha em mente que eu fui no meio de outubro.

Tomara que você dê mais sorte que eu.

Vulcao Taal, em Tagaytay

O Sundaycooks viajou a convite da Ethiopian Airlines e do Departamento de Turismo das Filipinas.

Assine nossa newsletter!

Comentários