“Estávamos dentro de uma bolha; o universo daquele barco era só nosso, e isso era estranhamente libertador. Antes, diverti-me pensando que todo deslocamento de trem por um país e toda viagem de navio para outro continente era assim. Uma evasão. Uma suspensão do tempo e um período de reflexão.” Ao ler esse trecho do Expresso Lunático do Carl Hoffman,  amanheci meu terceiro dia consecutivo viajando de trem no Canadá a bordo do The Canadian, o trem que cruza o país de Toronto a Vancouver.

Eu sabia como essa jornada começaria, mas não tinha ideia de como ela iria terminar. Quatro dias a bordo do trem com rápidas e pequenas paradas ao longo do caminho. Campos, plantações, pradarias, rios, lagos e montanhas… Aos poucos a vegetação ia se transformando.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - paisagem dos lagos 5

Afinal de contas, para esse estilo de viagem, estaria a teoria de final de Lost correta? O que importa realmente é o caminho e a jornada e não o destino final?

Mais de 4.500 quilômetros, 96 horas na estrada, 34 paradas, 3 fusos horários, 15 refeições a bordo e 24 capítulos de séries assistidas. “Jornada de uma vida toda“, provavelmente essa seria a manchete no jornal do bairro no dia seguinte ao nosso desembarque.

Todo dia, ao caminhar entre os vagões para tomar café e despertar no sacolejo dos trilhos, cruzávamos com uma figura rosa, seu cabelo rosa, sua blusa rosa e suas tatuagens rosas. Ao seu lado, sempre estava uma moça que era praticamente envolvida em seus novelos de lã e suas agulhas de tricô. Às vezes um tímido japonês com seu terno branco cruzava conosco no carro do restaurante.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Casal 2

“Hei, moço, você já conhece o Brasil? Não, por quê? Seus chinelos, eles são brasileiros. Ah! Eles apenas são os mais confortáveis. São mesmo. Poxa, que pena. Pensei que você conhecesse o Brasil. Ainda não, mas eu quero. Deveria.” De Boston a Santa Mônica de trem, Daniel levava apenas seu par de havaianas.

Personagens simbólicos ou que viajam sozinhos renderiam belas crônicas de um vagão de trem, mas aquela carta já envelhecida que passou todos os dias num banco do trem chamava mais a minha atenção do que as figuras do trem. Uma história de amor seria muito clichê, uma história de encontros e desencontros também. Mensagens escritas a lápis e apagadas pelo tempo faziam mais sentido. Ao longo desses 4 dias criei umas 10 versões para essa carta.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Figuras do trem 2

Era hora de voltar ao vagão de vidro.

Ao desembarcar, me senti, de certa forma, como uma exploradora, dessas com cara de tiazinha que usa coletinho cor da pele e que vai passar todas as férias dos netos contando as histórias repetidas dos dias que cruzou o Canadá de trem.

Viajando de trem no Canadá: o The Canadian

Quais são as categorias de acomodações disponíveis?

Existem duas classes de acomodações no The Canadian: a Economy e a Sleeper Plus. A Sleeper Plus é ainda subdividida em três outras categorias: Upper Bed/Lower Bed, Berths e Cabins.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian 2

Economy

Essa é a classe econômica do trem e, como era de se esperar, não tem quase nenhuma regalia. A comida e as bebidas são vendidas à parte, o banheiro é compartilhado, não há camas e o chuveiro do trem não está incluso na passagem.

Se você pretende fazer um trecho muito longo no The Canadian, eu não recomendo a classe econômica. Pense que serão várias noites a bordo do trem e você merece o conforto de poder dormir numa cama.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - paisagem da ferrovia

Sleeper Plus

A Sleeper Plus é dividida entre Upper Bed/Lower Bed, Berths e Cabins. Essa classe já inclui algumas regalias extras, além de refeições com suco e água inclusos, algumas acomodações têm banheiro no quarto e todas têm camas para dormir de noite. O acesso ao chuveiro é liberado e compartilhado pelas pessoas de um mesmo vagão.

Upper Bed/Lower Bed

Nessa opção, os “quartos para até 4 pessoas” são montados num trecho do vagão e separados basicamente por cortinas. Na parte da noite, as cadeiras são transformadas em camas que lembram beliches de acampamento de filme americano :) Aqui, além do chuveiro, o banheiro também é compartilhado. O site é um pouco confuso e às vezes essas acomodações são chamadas de Upper/Lower Berth.

Berths

Os Berths são pequenos quartos para uma pessoa que de dia funcionam como cadeira e banheiro e de noite viram uma cama. O espaço aqui é bem reduzido se comparado com à cabine, por isso é importante embarcar com uma mala de mão pequena.

Cabins

As Cabins são as cabines propriamente ditas e já tem uma cara mais de “quarto”. Essa é a categoria mais cara do Sleeper Plus e tem a opção de acomodar 1, 2 ou 3 pessoas, o que te dá mais autonomia e um pouco mais de espaço se comparado às outras classes.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Cabine para 1 pessoaViajar de trem no Canadá - The Canadian - Cabine para 1 pessoa com cama feita

Durante o dia sua cabine é formada por 2 cadeiras, uma pia e um banheiro com porta, mas o chuveiro ainda é coletivo. A noite, as cadeiras dão lugar à sua cama que é preparada pela equipe de bordo.

Viajar de Trem no Canadá: The Canadian - Classes tarifárias

Veja os detalhes do que está incluso em cada classe tarifária neste link da Via Rail.

Refeições a bordo do The Canadian

Uma das preocupações de quem vai fazer uma viagem longa de trem no Canadá, ou mesmo em qualquer outro lugar, são as refeições. Já imaginou comer comida de avião por vários dias seguidos? Ainda bem que no The Canadian não era assim :)

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Café da manhã

Para quem comprou a passagem na categoria Sleeper Plus, as três refeições diárias já estão inclusas (café da manhã, almoço e jantar). Todas elas são servidas no dinning car (vagão restaurante) e com horário previamente agendados. Os menus são a la carte e preparados a bordo, nada de snacks e sanduíches pré-prontos.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Almoço

Ao longo do dia no service car (vagão de serviço) também ficam disponíveis: café, suco, chá, bolachas e frutas. O menu costuma ser trocado a cada 6-7 meses e você pode conferir os detalhes neste link. No final do trem também é possível comprar pequenos lanches e refrigerantes ao longo do dia.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - paisagem dos lagos 6

Já quem comprou a passagem na Economy terá de se contentar com snacks e bebidas pagas à parte. Melhores que comida de avião, mas nada parecido com o que é servido na Sleeper Plus. Veja o menu da classe econômica aqui.

Entretenimento de bordo e Atividades Extras

Praticamente não existe entretenimento de bordo ou atividades extras, talvez porque o canadense que faz esse passeio está mais interessado em contemplar a paisagem e o caminho percorrido. Por isso, não espere nada parecido com as atividades que existem em cruzeiros, por exemplo.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Paisagem do caminho 1

A dica de ouro é caprichar no seu próprio entretenimento de bordo: bons livros, um note ou tablet, séries e filmes interessantes, músicas do coração e quem sabe dominó, baralho e ou jogos como xadrez e dama.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - alguns jogos disponíveis

Tem wi-fi no trem?

Algumas rotas de trem no Canadá oferecem wi-fi, mas este não é o caso do The Canadian e não há previsão para que esse recurso seja implantado :( Talvez um chip de Internet 3G ajude, mas ele deve ficar sem sinal grande parte do percurso por conta da geografia da região. Em algumas estações, como Jasper, Edmonton e Winnipeg, é até possível pegar um sinal de Wi-Fi aberto, mas a qualidade não é das melhores.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Parada rápida 2

O que levar a bordo?

Você só pode entrar com uma mochila pequena e duas malas de mão de 11,5kg cada, mas, como o espaço dentro das cabines é bem limitado, quanto menos volumes você levar, melhor para sua comodidade. Portanto tenha em mente que somente itens estritamente necessários devem ser levados a bordo ;)

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - corredorViajar de trem no Canadá - The Canadian - espaço de descanso

Ao fazer o check-in na estação central de Toronto, você poderá despachar até duas malas de 23kg cada, mas só terá acesso a elas na sua parada final, caso contrário elas serão liberadas apenas em Vancouver. Portanto, para passar os dias dentro do trem, você precisará levar tudo o que é necessário na mala de mão. Pense nisso como uma oportunidade de praticar sua técnica de viajar sem despachar bagagem :P

Veja os detalhes da bagagem de mão e da bagagem despachada.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Paisagem do caminho 3

Independentemente da época do ano, eu lhe aconselho levar um casaco de frio, pois, mesmo tendo calefação, as passagens entre um vagão e outro não são aquecias e, quanto mais próximo do inverno, mais frio você sentirá nessa hora.

Quais são as paradas do The Canadian?

Essa rota faz ao todo 34 paradas, mas você só pode descer do trem em algumas delas. Na maioria das vezes você tem poucos minutos disponíveis, suficientes apenas para caminhar perto da estação, mas em Jasper, Edmonton e Winnipeg, por exemplo, você tem tempo suficiente para passear rapidamente pelo centro da cidade. Lembrando que todas as paradas e o tempo de duração de cada uma são anunciadas pela equipe de bordo e dependem do clima e se o trem está atrasado ou não.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Winnipeg: Parque

Confira essas ofertas de Hotéis no Booking.com:

Ofertas de Hotéis em Jasper

Ofertas de Hotéis em Winnipeg

Ofertas de Hotéis em Edmonton

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Winnipeg: Museu dos direitos Humanos

Como comprar sua passagem de trem no Canadá?

Em quais meses do ano opera o The Canadian?

Eu imaginava que durante o inverno o The Canadian não funcionasse. Ledo engano. O trem continua sua rota normalmente, mas com uma freqüência menor de partidas e menos vagões.

Segundo a gerente de serviços da Via Rail, no Verão o trem parte três vezes por semana saindo de Toronto e Vancouver com 25 vagões e 29 funcionários numa capacidade máxima de 250 passageiros. Já no inverno, o The Canadian sai apenas duas vezes por semana com 11 carros e 10 funcionários.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Casal 1

Como o inverno no Canadá costuma ser rigoroso, é possível que hajam mais atrasos nessa época se uma forte nevasca atingir o caminho do trem.

Tarifas para o The Canadian

Segundo a Carmel Mayrd, gerente de serviços do trem, é possível conseguir ofertas de última hora com descontos de até 75% no valor do ticket se você optar por comprar na véspera da viagem, mas, como é de se esperar, pode ser que a acomodação da sua preferência não esteja mais disponível. Desta forma, é importante reservar com antecedência caso você tenha datas pouco flexíveis ou que queira viajar num tipo de acomodação específica.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - paisagem dos lagos 4

Os preços também podem variar de acordo com a procura, a época do ano e a disponibilidade das passagens. Por exemplo, em algumas datas para Novembro/2013, eu encontrei tarifas Sleeper Plus variando entre 870, 1.500 e 3 mil dólares canadenses dependendo da acomodação.

Com quanto tempo de antecedência é preciso fazer a reserva?

É possível comprar o ticket no site da Via Rail de 6 meses de antecedência até a véspera do embarque, ótimo para quem gosta de adrenalina ou está tentando uma super promoção. Eu começaria a planejar essa viagem com pelo menos 4 meses de antecedência. Assim você terá tempo de sobra para realizar suas pesquisas com calma, decidir se vai parar alguns dias em uma das cidades base e fazer todas as reservas necessárias.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Parte das rochosas canadenses

Eu consigo programar toda a minha viagem de trem pelo site da Via Rail?

Sim, consegue, mas já tenha em vista as datas, as cidades em que você irá visitar por alguns dias e as classes de acomodação que você prefere, pois algumas informações não são tão fáceis de encontrar no site :/

Pelo site da Via Rail é possível fazer simulações de compra de qualquer dos trechos disponíveis, assim você já sabe se para aquela data será possível, por exemplo, parar em Jasper e pegar o próximo trem (que passará em alguns dias) ou se será preciso esperar o trem seguinte já que tudo depende da ocupação dos vagões.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Cenas do caminho 1

Lembre-se que os preços podem variar e muito dependendo da categoria escolhida, da data e das paradas programadas.

Se você não se sentir à vontade para fechar a reserva pelo site (ele é um pouco confuso mesmo), procure uma agência especializada em Canadá que eles lhe ajudarão :)

Novidades para a temporada 2014 no The Canadian?

Para a próxima primavera, os planos da Via Rail incluem a remodelação de um vagão do trem com o objetivo de transformá-lo em quartos com TV e chuveiro exclusivos. Esse vagão deve operar apenas no trecho Vancouver-Edmonton e deve ser a tarifa mais cara do trem.

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Parada rápida 1Viajar de trem no Canadá - The Canadian - No meio do Canadá

Uma sugestão de roteiro de trem no Canadá

Tem tempo? Faça o caminho completo de Toronto a Vancouver.

Por ser bastante contemplativa e relativamente longa (são 4 dias só de trem), muitos canadenses esperam a aposentadoria chegar para curtirem essa viagem com mais calma. Por isso, eu indico essa rota para quem tem muitos dias para ficar no Canadá ou que curte ficar apreciando as paisagens e descansando.

Uma dica que eu dou para quem quer fazer o caminho completo entre Toronto e Vancouver é fazer pelo menos uma parada no caminho, preferencialmente em Jasper, Edmonton e/ou Winnipeg (se for época de esqui), para aproveitar as cidades e descansar um pouco do trem :P

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - Winnipeg: Praça

Não tem muito tempo ou é muito agitado? Faça apenas o trecho Vancouver-Jasper.

Já se você quiser realmente passear de trem no Canadá, mas não tem tantos dias assim ou se quiser aproveitar mais cidades e ficar menos tempo no trem , a minha sugestão é:

  1. Voe direto até Vancouver e passe alguns dias conhecendo a cidade (3 ou 4 dias)
  2. Pegue o The Canadian apenas de Vancouver até Jasper (1 dia)
  3. Fique alguns dias em Jasper e alugue um carro para conhecer as paisagens próximas. (2 dias)
  4. De Jasper, siga para Banff para conhecer a cidade e a região, incluindo os belíssimos lagos canadenses: Lake Louise e Lake Moraine. Garanto que seus olhos nunca mais serão os mesmos :P (2 dias)
  5. De Banff, vá para Calgary e fique mais alguns dias na cidade (2 ou 3 dias).
  6. Voe para Toronto e curta a cidade até o dia de voltar para o Brasil. (3 ou 4 dias)

Confira essas ofertas de Hotéis no Booking.com:

Ofertas de Hotéis em Toronto

Ofertas de Hotéis em Vancouver

Ofertas de Hotéis em Jasper

Ofertas de Hotéis em Banff

Ofertas de Hotéis em Calgary

Ofertas de Hotéis em Winnipeg

Ofertas de Hotéis em Edmonton

Viajar de trem no Canadá - The Canadian - paisagem dos lagos

Por que pegar somente o trecho Vancouver-Jasper de trem?

Porque a parte das Montanhas Rochosas Canadenses é uma das mais bonitas da viagem e você conseguirá ter toda a experiência de uma viagem mais longa de trem sem correr o risco de achar monótono :)

Além disso, o caminho Jasper-Banff-Calgary é composto de vários parques, lagos, montanhas e caminhos para trekking e caminhadas que são mais fáceis de se conhecer estando de carro.

Neste roteiro mais rápido, você conhecerá 3 das maiores metrópoles do país e algumas das mais lindas paisagens ;)

Natalie viajou a convite do CTC (Canadian Turism Comission).

Se gostou do que viu, assine o blog!


    5 Comentários
  1. Parabéns amigos do Sundaycooks. O texto, as fotos, o vídeo e a sensibilidade na viagem do The Canadian deixaram este relato verdadeiramente comovente. Um abraço,
    Sheila

  2. Muito bom e completo o seu relato, obrigada pela lembrança. Acho que não encararia numa tacada só não. Ótima dica de ir parando. Eu conheço só a costa leste do Canada. Sonho com as rochosas e esta travessia de ponta a ponta, mas num ritmo mais suave. Bjs

    • Obrigado, Flora :) Nós também achamos que ir parando é a melhor opção. Assim dá pra aproveitar melhor os lugares e o próprio trem.

Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] a última parada do trem The Canadian era em Vancouver, vi a oportunidade única de voltar e quem sabe, justificar esse meu amor de […]