atualizado em:

Como ir para Israel? Dicas sobre a imigração e aeroportos

Veja como ir para Israel de avião, por terra, e como sair do aeroporto ao centro de Jerusalém.

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Sempre ouvimos dizer que a imigração em Israel é uma das mais rígidas do mundo, superando até a dos Estados Unidos. Depois de visitar o país, posso dizer que isso tem seu quê de verdade, mas eles são sempre corteses, apesar da sisudez 🙂 Neste post reuni as principais informações sobre como ir para Israel de avião ou como atravessar a fronteira por terra, como se comportar na imigração e ainda o que esperar dos aeroportos, da segurança e do transporte.

Como ir para Israel - 01

Como ir para Israel de avião?

Antigamente a empresa israelense El Al operava a rota BrasilIsrael, mas ela deixou de atuar já faz tempo. Atualmente a melhor maneira de ir para Israel é voando via alguns dos principais aeroportos europeus como Istambul com a Turkish, Roma com a Alitalia, Paris com a Air France, Amsterdam com a KLM e Frankfurt com a Lufthansa.

Imigração e segurança

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país, apenas será necessário ter em mãos seus comprovantes de viagem como passagens, reservas, hotéis, seguro, etc quando chegar na imigração. Não deixe de conferir este checklist do que levar quando for viajar e também a planilha de viagem do Sundaycooks para ajudar a montar seu roteiro.

Qualquer que seja o aeroporto da sua escala para Israel, você passará por um novo processo de revista e segurança, com checagem de bagagem de mão e revisão do passaporte antes de embarcar para o país.

Como ir para Israel - 02

A imigração em Israel não é diferente do resto do mundo, entretanto o nível de detalhamento das perguntas é parecido com dos Estados Unidos. Mesmo sendo mais rígida que o normal, todos os funcionários são mais educados e menos opressores do que estamos acostumados a ver nas terras norte-americanas. Ah, vá preparado para passar um tempo considerável na fila da imigração.

Você irá notar duas principais diferenças na hora da imigração:

  • Não carimbam mais o seu passaporte. Eles entregam um papel com foto, código de barras e seus dados pessoais que deve estar com você o tempo todo, inclusive na hora da saída do país. Ele me pareceu uma espécie de RG temporário israelense.
  • Você também passará por um processo parecido na hora de sair do país. Portanto não chegue ao aeroporto em cima da hora.

Depois dos procedimentos de imigração e da retirada da mala, caso tenha alguma dúvida, é fácil encontrar o balcão de informações do ministério do turismo de Israel que fica perto das esteiras de bagagens. O aeroporto também disponibiliza wifi grátis e uma loja para comprar chip de internet.

Na hora de voltar para casa, não deixe de dar aquela espiadinha no free shop, principalmente na parte de chocolates de Israel, eles são ótimos para fazer doces e para presentear os amigos 😉

Ofertas de hotéis em Israel

Como ir para Israel - 03

Como sair do aeroporto de Israel?

O principal aeroporto de Israel é o Aeroporto Internacional Ben Gurion e fica a 26 km de Tel-Aviv ou a 57 km de Jerusalém.

De lá, é possível seguir de trem até o centro de Tel-Aviv por 13,50 shekels ou para Jerusalém por 30 shekels. Todos os horários, valores e trajetos dos trens podem ser conferidos no site oficial.

Como o transporte público pode não funcionar durante o shabat (período de descanso dos judeus que vai do pôr do sol de sexta até o pôr do sol de sábado), o táxi também é uma opção viável e mais confortável para quem chegar nesse período. O próprio site aeroporto disponibiliza uma ferramenta para calcular uma estimativa de preços para as corridas de táxi de acordo com o destino, quantidade de passageiros e número de malas.

Como ir para Israel - 04

Por terra

Israel faz fronteira com Egito, Jordânia, Líbano e Síria e, apesar dos acontecimentos alarmantes da guerra na Síria e dos constantes atentados do ISIS no Egito, viajar para Israel e para a Jordânia não apresenta nenhum tipo de risco ao turista. De um modo geral, Israel é um país muito seguro para o visitante, mas devo entrar em detalhes num post futuro.

Infelizmente não são mais recomendadas viagens para a Síria ou o Líbano. A situação na Península do Sinai no Egito também anda muito tensa, por isso não é boa ideia cruzar a fronteira nessa região. Também não são mais operados voos diretos de Tel-Aviv para o Cairo, por essa razão. Se sua ideia é seguir viagem para o Egito, recomendo entrar em contato com uma agência de receptivo no país que garanta que você seja transportado com segurança. Outra ideia é montar um roteiro triangular entre Israel – Jordânia – Egito, pois ainda é possível voar de Amman, na Jordânia, para várias cidades egípcias.

O Gabe fez um post muito bom na coluna Gabriel Quer Viajar para quem pretende fazer turismo nessa época de tensão em alguns países:

Como viajar neste mundo tenso?

Se o objetivo é seguir viagem para a Jordânia, o ideal é cruzar a fronteira para Aqaba via Eilat. Eu não fiz esse roteiro e nem cheguei próxima a essa fronteira, mas minhas pesquisas apontaram essa região como um dos pontos mais tranquilos de passagem e de procedimentos de segurança, ao contrário da ponte King Hussein, dentro do território da Cisjordânia, que costuma ter muitas filas e demorar bastante.

A Jordânia na prática

As descobertas de Petra

Como ir para Israel - 05

O Sundaycooks viajou a convite do Ministério de Turismo de Israel.

Assine nossa newsletter!

Comentários