atualizado em:

Alemanha reabre as portas parcialmente para os brasileiros

Pode colocar a cerveja pra gelar que já já vamos invadir seu biergarten.

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Chegando atrasados com a notícia, mas antes tarde do que nunca estamos aqui para celebrar a reabertura de mais um país. Desde o final de agosto, a Alemanha passou a receber os brasileiros completamente imunizados. (Menos quem tomou a Coronavac, ela está passando pode um período te testes entre os órgãos reguladores e os resultados devem ser liberados em breve).

Serão aceitos turistas com o ciclo de imunização completo (14 dias após a segunda dose) que tomaram as vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA). São elas: Pfizer – Biotec, Johnson & Johnson – Janssen, Moderna e AstraZeneca – Covishield (Fiocruz).

Infelizmente, a Coronavac ainda não é aceita na Alemanha.

Viajantes vacinados estão dispensados de apresentar o PCR negativo.
Fronteiras abertas na Alemanha para turistas brasileiros vacinados

Documentos exigidos para entrar na Alemanha

Lembre-se de gerar o comprovante de imunização completo emitido pelo ConectSUS em inglês antes do seu embarque. Você também será obrigado a preencher o registro digital de entrada . Tenha em mãos esses documentos o tempo todo da sua viagem.

Não se esqueça!

Mesmo os turistas vacinados devem viajar com um bom seguro viagem que cubra a Covid-19. A pandemia ainda não acabou. Veja algumas ofertas de seguro.

Fronteiras abertas na Alemanha para turistas brasileiros vacinados

Crianças que ainda não completaram doze anos de idade e ainda não foram vacinadas podem entrar na Alemanha acompanhadas de menos um dos pais, desde que eles estejam com a vacinação completa. Elas não precisam apresentar nenhum tipo de teste PCR negativo.

Atenção! Não deixe para a última hora.

Ao entrar no Brasil, todos são obrigados a apresentar um teste PCR negativo feito antes das últimas 72 horas ou um teste antígeno não detectável colhido em até 24 horas antes da viagem mais a Declaração de Saúde do Viajante (DSV) preenchida também em até 24 horas antes da viagem.

Desde o começo de outubro, o governo brasileiro passou a aceitar o teste de antígeno. Uma boa notícia, tendo em vista o fato de que esse exame é mais barato, fácil e rápido de ser feito.

Então agora é possível apresentar ou o teste de antígeno (24 horas) OU o laboratorial RT-PCR (72 horas).

A apresentação desses exames é exigida para viajantes acima de 12 anos. Se a criança estiver acompanha, ela está isenta de apresentar o teste. Em casos contrários, ela precisa apresentar toda a documentação completa.

Todos os documentos são conferidos pela cia aérea durante o check-in do seu primeiro voo, mas fique atento caso precise fazer conexão em outro aeroporto. As regras podem mudar de acordo com cada destino.

Se sua conexão vai levar mais de 24 horas, opte por um teste do tipo RT-PCR. Se não, será necessário repetir o teste antígeno assim que vencer o tempo de validade antes de chegar ao Brasil.

Leia mais


    Assine nossa newsletter!