atualizado em:

Coronavírus e voos: como remarcar ou cancelar sua passagem

A situação das companhias aéreas diante do coronavírus inclui cancelamentos e adiamentos de voos. Veja quais foram as medidas adotadas.

por Sundaycooks outros artigos do autor
atualizado em:

Com a pandemia do coronavírus (COVID-19) a situação da malha aérea de diferentes companhias aéreas foi colocado à prova. Muitos voos foram cancelados, enquanto outros tantos foram adiados em uma resposta à grave crise que atinge o turismo.

Assim, as principais companhias adotaram políticas de remarcação e cancelamento mais flexíveis para quem deixará de viajar ou para quem teve o voo cancelado ou alterado por conta do coronavírus.

Reunimos aqui as informações de cada uma das principais companhias aéreas sobre as regras de cancelamento, centrais de atendimento e flexibilização das tarifas para esse momento tão peculiar que estamos enfrentando. Com isso, você saberá como fazer para remarcar ou cancelar sua passagem aérea em cada uma das companhias listadas. Se sua companhia não estiver listada, nos avise para adicionarmos a informação.

Mas já adiantamos: os SACs andam sobrecarregados e as empresas estão enfrentando um grave dificuldade para atender toda essa demanda. Prepara-se e tenha paciência para encarar horas de troca de telefonemas e mensagens online.

Agora, se você comprou a passagem ou um pacote de viagem num agência online ou normal, não deixe de conferir nosso artigo sobre cancelamentos de viagem para conhecer seus direitos e saber até onde está coberto. Aqui também falamos sobre como cancelar um hotel ou pacote comprado com agências online, as famosas OTAs.

Atenção: o primeiro ponto de contato para remarcação ou cancelamento de passagens aéreas deve ser o canal de vendas utilizado na hora da compra. Ou seja, se você fez a reserva direto no site da companhia aérea, fale com eles. Se a compra foi feita numa agência online, comece por esse SAC ou se foi numa agência de viagens convencional, ligue para o seu agente.

Governo Federal intervém nas políticas de cancelamento

O Governo Federal através da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) entrou com uma Medida Provisória (MP) definindo regras especiais de cancelamento e remarcação de passagens para todas as companhias aéreas que atuam no Brasil.

Agora, os passageiros que querem adiar viagem em razão do coronavírus estão isentos da cobrança de multa contratual caso aceitem um crédito para a compra de uma nova passagem, que deve ser feita no prazo de 12 meses contados da data do voo contratado.

Aqueles que decidirem cancelar a passagem continuam sujeitos às regras definidas pela companhia e ainda podem pagar multa caso esteja definido em contrato.

As regras são aplicadas tanto para passagens nacionais e internacionais compradas até 31 de dezembro de 2020.

Além disso, o Governo Federal também definiu que qualquer alteração de horário do voo deve ser informada ao passageiro com 72 horas de antecedência da data de embarque.

Se a informação não for repassada dentro do prazo, a companhia é obrigada a oferecer alternativas de reembolso integral ou de reacomodação em outro voo disponível.

Ainda que o passageiro seja informado dentro do prazo, a companhia deverá oferecer o reembolso nos casos de alteração superior a 1 hora em relação ao horário de partida ou de chegada em voos internacionais e 30 minutos em voos nacionais.

Companhias aéreas brasileiras

Como cancelar uma passagem da Latam?

O alastramento do vírus já obrigou a Latam a interromper completamente a rota entre São Paulo e Milão até 2 de junho de 2020, por causa da situação crítica por causa do coronavírus na Itália.

Neste cenário, a Latam está flexibilizando suas regras de remarcação de viagens para quem desejar.

Agora, as multas de remarcações e cancelamentos foram zeradas para quem tinha reservas de voos, nacionais e internacionais 18 de julho de 2020. A regra também vale para quem comprar passagens até 31 de março: o cliente poderá ter data ou destino alterado sem multas.

Já para reembolsos, o viajante Latam pode solicitá-lo na Central de Vendas e Serviços, no site da companhia ou nas lojas dos aeroportos.

Os passageiros que compraram os bilhetes em outras agências ou sites de vendas e reservas online, devem solicitá-lo diretamente com essas empresas.

Veja aqui o comunicado oficial no site da companhia e confira também como é voar com a Latam para quando a pandemia passar e pudermos planejar nossas viagens com mais calma.

Como cancelar uma passagem da Gol?

Além disso, a companhia anunciou o cancelamento de todos os voos internacionais até 30 de junho de 2020 como podemos ver neste artigo sobre o impacto do coronavírus nas viagens.

Normalmente, a Gol cobra de 200 a 300 dólares para remarcações e cancelamentos dos voos para os EUA e de 100 a 150 dólares para outros destinos internacionais nas tarifas Plus e Light, deixando isentos os passageiros em Premium Economy e cobrando o valor cheio de uma nova passagem para passageiros Promo.

Contudo, a situação do coronavírus também fez com que a empresa abrisse mão dessas taxas de remarcação, optando por flexibilizar as políticas de remarcação e cancelamentos de voos, tanto nacionais quanto internacionais.

Conheça as opções de remarcação da Gol:

  • Remarcação de voos entre 14/05 a 31/05 (Malha Essencial)
    • Taxa de remarcação: isenta
    • Diferença tarifária: isenta
    • Pode ser remarcado sem custo uma única vez, mantendo a origem e destino, para qualquer período disponível dentro do intervalo de validade da passagem.
  • Remarcação de voos entre 01/03 a 30/09 (exceto no período de 28/03 a 31/05)
    • Nos 3 casos abaixo, a alteração é permitida uma única vez, mantendo a origem e destino, para qualquer período disponível dentro do intervalo de validade da passagem.
    • 1. Voo alterado da baixa para a alta temporada:
      • Taxa de remarcação: isenta
      • Diferença tarifária: cobrada, se houver
    • 2. Voo alterado da baixa para a baixa temporada:
      • Taxa de remarcação: isenta
      • Diferença tarifária: isenta
    • 3. Voo alterado da alta temporada para qualquer período:
      • Taxa de remarcação: isenta
      • Diferença tarifária: isenta
  • Remarcação de voos entre 28/03 a 31/05 (Malha Essencial) – Compras realizadas até 13/05
    • Taxa de remarcação: isenta
    • Diferença tarifária: isenta
    • Reitineração: permitida

As remarcações e reembolsos podem ser feitos através da Central de Atendimento da Gol ou pelo telefone 0300 115 2121.

Você pode ler o comunicado oficial sobre a situação no site da companhia.

Como cancelar uma passagem da Azul?

A Azul suspendeu todos os seus voos internacionais diante da crise do coronavírus. A companhia também segue a tendência das concorrentes e está com regras mais flexíveis para remarcação e cancelamento de viagem.

Os passageiros com voos domésticos até 31 de maio poderão cancelar a viagem sem custo e ter crédito em futuras viagens com a Azul, válido por 1 ano. A remarcação deve ser feita para novos voos realizados até 31 de maio 2021.

No caso das viagens internacionais com a Azul, os turistas com passagens compradas para voos em março com destino a Lisboa, Porto, Estados Unidos e cidades na América do Sul ficam isentos de taxas de cancelamentos e terão créditos na próxima viagem.

Semelhante aos voos domésticos, as alterações terão taxa zero para voos realizados até 30 de junho de 2020. Até então, a companhia cobrava taxas de 120 dólares para remarcações ou cancelamentos de voos internacionais.

Passageiros com voos da Azul têm como opções:

• Alterações: você poderá alterar a data do seu voo (uma única vez) sem cobrança* de taxa de alteração, para voar até um ano da data da emissão..

• Pedido de cancelamento: você poderá cancelar sua reserva sem custos deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras (validade do crédito: 01 (um) ano, sendo o valor pessoal e intransferível).

• Pedido de Reembolso: você poderá solicitar o reembolso, mediante a aplicação de eventuais taxas contratuais, e o valor residual será reembolsado em até 12 (doze) meses, a contar da data da solicitação. Para mais informações entre em contato com a nossa Central de Atendimento

Os passageiros podem entrar em contato com a Azul na Central de Atendimento 4003-1118 ou pelo atendimento online e fazer uma solicitação de remarcação ou cancelamento, seguindo as orientações do operador.

Confira o Comunicado oficial da companhia.

Onde ficar em Kissimmee? Aluguel de temporada, vacation home - 11

Companhias aéreas da América do Sul

Como cancelar uma passagem da Avianca Holdings?

Para atender aos chamados de cancelamento, a Avianca também adotou um protocolo especial para os seus bilhetes como descrito em seu site.

Para bilhetes com data de voo até 31 de outubro de 2020, você terá a opção de alterar seu itinerário sem penalidades.

O cliente Avianca poderá mudar seu bilhete se tiver programado para voar depois de 31 de outubro de 2020 da seguinte forma:

  • Voos internacionais entre 4 de março e 31 de outubro de 2020.
  • Voos domésticos entre 14 de março e 31 de outubro de 2020.

A alteração ou cancelamento de voo podem ser requisitadas pelo site da companhia.

Companhias aéreas da América Central

Como cancelar uma passagem da Copa Airlines?

A Copa Airlines também suspenderá suas operações internacionais a partir de 22 de março, pelo prazo de 30 dias. A companhia deve retomar as operações a partir de 1ºde junho de 2020.

A companhia é a principal ponte entre a América do Sul e o Caribe e terá que suspender seus voos pois o Panamá, sede do hub da empresa, fechou as fronteiras aéreas para estrangeiros.

Desta forma, o viajante que decidir cancelar viagem pela Copa Airlines poderá acessar o site dedicado e optar pelo cancelamento sem custos. O valor fica creditado junto a companhia para viagens até 31 de dezembro de 2021.

Além disso, para conter a alto do câmbio até a nova data de viagem dos clientes, a Copa está oferecendo um valor adicional de 20% ao das passagens.

O viajante também pode entrar em contato pelo telefone no número 0800 886 2672.

Companhias aéreas dos Estados Unidos e Canadá

Como cancelar uma passagem da American Airlines?

A American Airlines também adotou medidas especiais para conter o avanço do COVID-19. A rota São Paulo – Los Angeles permanece interrompida até 24 de outubro de 2020.

Com a situação, a empresa também está com regras mais flexíveis de cancelamento e remarcação e viagens.

Com as políticas especiais de remarcação e cancelamento da American Airlines os clientes têm as seguintes opções:

  • Bilhete comprado antes de 31 de maio de 2020, para viajar entre 1º de março e 30 de setembro de 2020 pode ser remarcado sem encargos por alteração.
  • Se o cliente comprar uma nova viagem entre 1º de março e 31 de maio de 2020, para todas as futuras viagens, ele também poderá alterar sua reserva para uma data posterior sem encargos por alteração.
  • Se o cliente tem um bilhete com vencimento entre 1º de março e 30 de setembro de 2020, o valor do bilhete não utilizado pode ser usado para viagens até 31 de dezembro de 2021.

Os reembolsos da American Airlines podem ser solicitados pelo site especial da empresa, ou pelo telefone (11) 3004 5000 e o atendimento em português é das 6 às 19h ou 24 horas em inglês.

Veja o boletim de notícias sobre a crise no site da companhia.

Como cancelar uma passagem da Delta?

Já a Delta Air Lines decidiu cortar em 40% o volume de voos operados devido à crise do coronavírus.

Ao todo, cerca de 300 aviões serão tirados de serviço, pois a empresa, assim como outras do segmento, tem registrado mais cancelamentos do que novas reservas.

Com a atual crise do COVID-19, a Delta está dispensando as taxas de alteração e oferecendo mais flexibilidade para viajar usando créditos eletrônicos até 30 de setembro de 2022, para clientes que:   

  • tiverem uma viagem futura já reservada entre março e 30 de setembro de 2020 a partir de 17 de abril de 2020 
  • tenham créditos eletrônicos ou viagens canceladas existentes de voos entre março e 30 de setembro de 2020    

Basta visitar a seção Minhas Viagens do site da companhia para entender suas opções e alterar o voo remotamente. Além disso, a Delta manterá os preços de e para todos os destinos nos Estados Unidos e Canadá até 31 de março.

E para quando os voos se normalizarem, veja como é voar na classe econômica da Delta.

Como cancelar uma passagem da United Airlines?

A United Airlines também sofre os impactos causados pelo Coronavírus, principalmente, com o cancelamento de voos ligando o Brasil aos EUA.

A companhia americana está oferecendo aos passageiros a isenção de multa por cancelamento de passagens compradas em março e abril, válido para qualquer destino.

As medidas adotadas pela United são as seguintes:

  • Remarcações: se você planejava viajar entre 10 de março e 31 de maio de 2020 e deseja alterar seus planos, não será cobrada taxa, independentemente de quando foi feita a compra ou o destino.
  • Novas reservas: as reservas realizadas entre 3 de março e 30 de abril de 2020 poderão ser alteradas gratuitamente ao longo dos próximos 12 meses.

O contato com a companhia pode ser feito online e as políticas de reembolso podem ser conferidas na página dedicada.

Veja as notas sobre a crise no site da companhia e o nosso review de um voo com a United Airlines para os Estados Unidos na classe econômica e executiva

.

Como cancelar uma passagem da Air Canada?

Para os viajantes que compraram passagens a partir de 1º de março de 2020, a Air Canada está oferecendo a possibilidade de alteração das viagens sem nenhum tipo de taxa.

A remarcação, no entanto, deve ser feita até 14 dias antes da data programada para o embarque e a viagem deve ocorrer no prazo de 1 ano a partir da data de emissão do bilhete original. Para cancelamento, o cliente poderá usar o valor do bilhete para a compra de uma nova viagem com prazo de utilização é de 12 meses.

A medida não tem prazo ainda para ser encerrada.

Os clientes Air Canada podem entrar em contato pela Central de Reservas no Brasil no número (11) 3254 6630.

Acesse o site da companhia e veja também nosso review dos voos da Air Canana entre o Brasil e o Canadá.

Companhias aéreas da Europa

Como cancelar uma passagem com a Air France ou com a KLM?

O Grupo Air France-KLM está oferecendo aos clientes a mudança sem custos de bilhetes comprados a partir de 22 de abril de 2020, contando que a tarida da cabine esteja disponível no novo voo selecionado.

Para compras anteriores a 21 de abril de 2020 para partidas antes de 31 de agosto de 2020, os clientes poderão adiar a data de embarque sem taxa de alteração.

Contudo, qualquer mudança deve ser feita antes da data de original de embarque e o novo voo deve partir até 30 de novembro de 2020.

Como alternativa, as companhias disponibilizam canais temporários para atender por e-mail os pedidos de voucher de voos não utilizados ou solicitações de troca da data.

Para o seu bilhete Air France, entre em contato via mail.invol@airfrance.fr, e para a KLM via mail.invol@klm.com.

Apesar de pertencerem ao mesmo grupo, as companhias operam em sites distintos. Por isso, o cliente Air France pode entrar em contato por telefone (11) 3878 8360 ou pelo site da companhia. Já o passageiro KLM pode solicitar a remarcação ou cancelamento online, por telefone (11) 3878 8363, ou pelas redes sociais: como o Facebook.

Quando chegar a hora, veja como é voar na nova executiva da KLM para Amsterdam.

Como cancelar uma passagem com a TAP?

A TAP está permitindo a alteração de data e destino de voos programados para março sem taxas adicionais.

Assim, para remarcações, caso o primeiro voo seja até 30 de setembro de 2020 e o bilhete tiver sido emitido até 15 de maio de 2020, o cliente pode fazer uma alteração gratuita.

Além disso, os viajantes TAP ganham descontos adicionais de 25 euros ou dólares (dependendo da moeda na qual comprou a passagem) ou 100 euros ou dólares para usar na diferença tarifária.

Outra alternativa oferecida é o reembolso em voucher, no qual a companhia oferece um valor adicional de 20% com extensão de validade para 2 anos. A esta possibilidade está disponível para bilhetes que tenham o primeiro voo até 30 de junho de 2020.

A alteração da reserva poderá ser feita até 24 horas antes da partida do seu primeiro voo, remarcando a nova viagem para qualquer destino e iniciando a viagem até 31 de dezembro de 2020. A alteração de reserva pode ser feita online ou por telefone no 0800 025 8638.

A companhia tem mantido seus passageiros informados em tempo real através de uma página dedicada dentro de seu site.

Como cancelar uma passagem com a Alitalia?

A Alitalia, a principal companhia que opera o trecho entre o Brasil e a Itália (um dos países mais afetados pelo COVID-19), também flexibilizou as políticas de remarcação e cancelamento, além de cancelar voos vindos das terras tupiniquins.

Todos os passageiros Alitalia que compraram um bilhete emitido até 31 de dezembro de 2020 para voos saindo a partir de 23 de fevereiro de 2020, têm como opções:

  • Alterações: mantendo os mesmos destinos que o bilhete original e com embarque até 31 de dezembro de 2020, respeitando a validade do bilhete original.
  • Crédito: solicitar um reembolso através de Voucher de Crédito de valor igual ao valor do bilhete adquirido, ou de valor proporcional para bilhetes já parcialmente utilizados, em nova viagem com embarque no período de 1 ano a partir da data de emissão do Voucher.
  • Reembolso: solicitar o reembolso de acordo com a regra tarifária do valor do bilhete ou de parte da viagem que ainda não foi concluída. O estorno do valor pago poderá ser feito em até 12 meses, contados a partir da data da solicitação.

O contato para remarcação ou cancelamento pode ser feito por telefone nos números (11) 3958 7959 e (21) 3500 8998 ou online pelo site da empresa. Aqui você encontra o plantão de informações no site da Alitalia.

Como visitar o Duomo a Catedral de Florença 01

Como cancelar uma passagem com a Lufthansa ou Swiss?

Diante do cenário caótico propagado pelo coronavírus, a Lufthansa removeu as taxas de remarcação para passagens compradas até 31 de março de 2020, em todas as companhias do grupo.

Assim, os passageiros poderão remarcar viagem uma vez sem cobrança de taxa, para um novo embarque até 31 de dezembro de 2020.

Se o passageiro possui um bilhete que foi emitido antes de ou em 12 de março de 2020 com voos até 30 de abril de 2020, ele tem a opção de cancelar a reserva e fazer remarcações até 1º de junho de 2020.

Todo o processo de remarcação ou cancelamento pode ser feito online.

Companhias aéreas da África

Como cancelar uma passagem da South African Airways?

A South African Airways foi uma das primeiras companhias aéreas a ser a vítima fatal da crise causada pelo Coronavírus.

A empresa anunciou a demissão dos quase 5 mil funcionários e deve, em breve, parar de operar indefinidamente.

Quanto as medidas contra o Coronavírus, cabe aqui uma crítica ao site da companhia: não consta nada a respeito de políticas especiais na home page. Diferente de todas as outras aéreas consultadas, a SAA não dispõem de uma ágina fácil e rápida para acesso as informações referentes ao COVID-19.

Sendo assim, resta ao passageiro afetado pelos cancelamentos devido a pandemia, entrar em contato com a companhia por telefone no número +27 11 978 2888.

Companhias aéreas da Ásia e Oceania

Como cancelar uma passagem com a Emirates?

Dentre as principais ações da Emirates para reacomodar os viajantes estão a isenção de taxa de no show e a emissão de um voucher de viagem com valor do bilhete e validade de 12 meses a partir da data de emissão.

A medida é válida para bilhetes emitidos até 30 de junho de 2020, e o voucher deverá ser emitido para um novo voo com partida até 30 de novembro de 2020

Clientes que reservaram diretamente com a Emirates podem acessar a página na Internet Voucher de viagem e adicionar “Solicitar reembolso devido ao Coronavírus” na seção de comentários.

Além do mais, a companhia disponibilizou uma página dedicada com atualizações feitas em razão do COVID-19.

Como cancelar uma passagem com a Air New Zealand?

A Air New Zealand anunciou a redução de sua malha aérea, incluindo rotas que partem da América do Sul em direção ao país da Oceania.

Entre as reduções, a companhia aérea anunciou que suspenderá voos entre Auckland e Chicago, São Francisco, Houston, Buenos Aires, Vancouver, Tokyo Narita, Honolulu, Denpasar e Taipei de 30 de março a 30 de junho.

Assim, os brasileiros que fazem a ponte São Paulo – Buenos Aires – Auckland também serão diretamente afetados pelas medidas e devem procurar a Air New Zealand para remarcação ou cancelamento.

Desta forma, a aérea também deixou de cobrar tarifas de remarcações para o mesmo destino e está oferecendo crédito válido de 12 meses no caso de cancelamento. As remarcações e cancelamentos da companhia podem ser feitas online.

Conta pra gente: você já conseguiu remarcar ou cancelar uma passagem aérea? Como foi o processo e onde você comprou a passagem?

Assine nossa newsletter!

Comentários