Se você costuma organizar suas viagens com antecedência e resiste às promoções de última hora, provavelmente se perguntará: qual é a melhor época para visitar Machu Picchu e região? Lima não é assim tão problemática, pois, apesar do fog, quase nunca chove, mas para as outras regiões do país as condições climáticas podem ser um fator importante.

Melhor época para visitar Machu Picchu: Com sol :D

A melhor época para visitar Machu Picchu

O inverno, que se estende de Maio a Setembro, é, sem dúvida, o melhor momento para ir para Machu Picchu, pois quase não há chuvas na região.

Inverno no Peru

Inverno de Maio a Setembro? Sim, sim, caro leitor :) No Peru há basicamente duas estações: o verão chuvoso e o inverno seco e quase sem chuvas.

Dos meses de inverno, Maio e Setembro são os melhores para visitar Machu Picchu, pois são os meses mais agradáveis e amenos para passear por todo o Peru. Por serem baixa temporada, a tendência é que existam menos pessoas nas cidades e sítios arqueológicos.

Já os meses de Julho e Agosto são considerados meses de alta temporada pois turistas de todos os cantos do mundo estão indo para lá. Julho é o mês das férias escolares brasileiras e muitas famílias deixam, inevitavelmente, este mês para viajar pelo mundo, bem como Agosto é o famoso mês das férias escolares na Europa. Se possível, evite viajar nesses meses, pois as cidades estarão bem mais cheias que de costume.

Apesar das temperaturas um pouco mais baixas, o clima seco e sem chuvas e o solzão que aparece para iluminar as paisagens fazem com que o inverno seja a melhor época para visitar Machu Picchu, pois o risco de ter seus passeios afetados por conta de alguma tempestade inesperada é menor.

Não se esqueça, todavia, de caprichar na sua nécessaire com produtos de cuidados básicos como hidratantes, águas termais e filtro solar para não sentir os efeitos do clima na sua pele 😉

Melhor época para visitar Machu Picchu: Cusco com sol em Outubro

Verão no Peru

O verão no Peru – entre os meses Novembro e Março – costuma ser chuvoso e muito úmido.

Janeiro e Fevereiro são meses conhecidos por suas fortes chuvas de verão que podem trazer danos para regiões de Cusco e Aguas Calientes como o que aconteceu em 2010 e deixou muitos turistas ilhados em Machu Picchu. Foi um caso extremo, é verdade, mas são comuns inundações nas cidades do Valle Sagrado, inclusive Cusco, nessa época do ano. Por essas e outras que o verão pode não ser a melhor época para visitar Machu Picchu.

Melhor época para visitar Machu Picchu: Fog matinal, mas passou logo :)

Se você não puder viajar em outra época do ano, tente ser flexível e paciente ao montar o seu roteiro e vá preparado para cruzar com as chuvas de verão com mais frequência do que gostaria. Quem sabe você não dá sorte e São Pedro resolve dar uns dias de folga na faxina do Céu? 😛

Abril e Outubro são meses em que pode chover ou não. Alguns dizem que Abril é inverno e Outubro é verão, mas o índice médio pluviométrico é bem parecido, por isso resolvi deixá-los separados dos demais.

Nós viajamos em Outubro e sabíamos que corríamos o risco de cruzar com as chuvas em algum trecho do nosso caminho. E não deu outra, ela apareceu quando estávamos visitando o mercado de Pisac. Pobre do Fred que tomou 3 banhos seguidos e voltou mais ensopado do que frango de canja da avó. Mas essa foi a única chuva que pegamos nas quase duas semanas de viagem e o passeio a Machu Picchu foi maravilhoso e com um super sol de rachar mamona 😛

Melhor época para visitar Machu Picchu: Quantidade de chuva

Melhor época para visitar Machu Picchu: temperatura na região de Cusco

[fonte: Weather.com]

Fenômenos climáticos: El Niño e La Niña

Fenômenos climáticos vêm alterando constantemente as condições meteorológicas de diversas regiões do planeta, têm atrasado as nevascas em determinados destinos de neve, aumentado a quantidade de chuvas ou trazido tempos mais secos para outros lugares. Portanto, essa regrinha de inverno seco e verão chuvoso pode não ser verdadeira sempre, principalmente nos anos em que os fenômenos El Niño e La Niña acontecem.

Você também consegue informações mais precisas e gráficos detalhados das condições meteriológicas do Peru no Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia do Peru e no Weather.com.

Curiosidade

O Peru é um dos países mais afetados pelos El Niño e La Niña. Tanto é que alguns historiadores acreditam que as ações das Deusas que as civilização pré-Inca adoravam e temiam eram, na verdade, resultado desses fenômenos. Tempestades nas épocas de secas, calor durante o inverno, todos poderiam ser explicados pelos “Niños”. Ou não :mrgreen:

Em qual época do ano você visitou Machu Picchu ou o Peru?

Como estava o clima? Pegou muita chuva?

Como fez para aproveitar os passeios mesmo com chuva?

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros do Peru \o/

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    177 Comentários
  1. Estou indo sabado, 12/09. Porém a previsão é chuva todos os dias!! Como assim? Em setembro?? Que tristeza que estamos! Como aproveitar com chuva Cusco e Machu Picchu?

    • Oi Isabela.

      Infelizmente o clima tem mudado no mundo todo. Em todo caso, as previsões aqui na Am. do Sul nunca são muito precisas e pode ser que faça sol todos os dias, ou que a chuva seja só num período do dia. De qualquer forma, o jeito é levar uma capa de chuva, se proteger e abraçar o perrengue caso a chuva realmente venha. Eu levei um banho em Pisac de uma tempestade e nem por isso minha viagem foi atrapalhada :) O cenário fica bem dramático…

  2. Bom dia!
    Estou começando a pesquisar sobre roteiros para o Chile e o Peru para 2016. Vcs tem algumas sugestões de roteiros e melhores datas para combinar os dois países?

    Abraços!

    • Oi Milene.

      Combinar os dois países é um pouco complicado, principalmente se tiver pouco tempo. Eu escolheria um dos dois pra visitar e deixaria o outro para outra época. Peru seria minha primeira opção e a época vc pode ver neste post :)

      Dá uma olhada nos nossos posts do chile pra ver o que mais há pra fazer. Tirando o inverno na patagônia (que é muito frio e os hoteis fecham), o resto do ano é tranquilo.

      http://sundaycooks.com/category/destinos/chile/

  3. nao sei porque pensei que a época de chuva fosse de março a abril.

    Comprei minha passagem para 30 de dezembro de 2015 e volta 9/01/2016…
    7 dias em Cusco, ou seja, vou pegar praticamente todos os dias de chuva…
    acho melhor tentar alterar essa passagem pra julho né?

    • Oi Darwin.

      Olha, provavelmente você pegará bastante chuca nessa época sim, mas pode dar a sorte de serem chuvas passageiras ou apenas de noite. Se puder trocar para Julho, em termos de chuva, é melhor, mas é também a época de maior movimento no país. De qualquer forma, o que eu costumo falar é: abrace o perrengue e seja feliz na viagem (e não esqueça uma boa capa de chuva 😉 )

  4. Ôiiiiii! Gente, estaremos indo de carro ao Peru agora em dezembro/2015 saindo de Brasília/DF.
    Já fomos ao Chuí e ao Chile. Sempre no mês de dezembro.
    Vocês têm ideia de qual seria o melhor percurso? Tipo, ir até o Acre ou entrando pelo MT e atravessar a Bolívia até o Peru?

  5. Obrigada, Fred. Foi engraçado acessar o post recomendado por você. Ficamos 15 dias no Egito e creia, lá é bem mais empolgante. As ruas e avenidas são muito largas e eles não têm semáforos!. O diálogo é na “buzina”. A população do Cairo e a mesma de Sampa. Entre assustados e ousados todos se salvam. É uma loucura.
    Iremos no nosso carro. Não tem jeito.
    E.T.
    Na volta, (com a graça de Deus!) te conto!.
    Abração.

    • Pois é, Egito e Índia realmente não têm comparação em relação ao trânsito, mas eu continuo não recomendando alugar carro (ou ir de carro :P) no Peru, pois é bem mais punk que aqui e o táxi é super baratinho :) De qualquer forma, é uma aventura, depois conta pra gente sim, adoraríamos ouvir o relato :)

  6. Ôi Freeeed! Obrigada por resp.
    Véi, explica o que significa PUNK; Estradas muito ruins? Trânsito intenso nas estradas ruins e mooooito perigosas? A infra estrutura do Peru é precária, tipo, em menor escala que a da Bolívia?
    Meu carro é um 4X4 3.6 quase 300c.
    Sua explicação vai ajudar demais porque se for algo que, as possibilidades de estragar o carro sejam grandes, eu não irei nele ao Peru. Mesmo com seguro total, o carro é querido e foi caro, muito caro. Sem falar na minha vida que é muito preciosa. hehe.
    Dá uma força ae. Explique em detalhes.
    Abraço.

    • Oi Angélica.

      Um 4×4 é um carro um pouco maior, mas eu diria que é mais punk porque nas cidades em 2 pistas eles colocam 4 carros e não sei como não bate o tempo todo. Se bem que os carros são todos amassados e arranhados. Perigoso eu diria que não muito e as estradas são razoáveis. Algumas até em bom estado, outras com buracos. Se vc for se embrenhar em estradinhas, daí tudo pode acontecer 😛

      Lá a lei é a do mais forte. Motos e tuktuks são considerados escórias e os veículos maiores literalmente empurram eles pra fora da estrada e buzinam reclamando. Onibus reclama de carro e caminhão de ônibus e carro (se ficam lerdando na frente deles). Ultrapassagens acontecem nas curvas sem dó (e isso estando num ônibus da Cruz del Sur, uma das melhores do país).

      Eu diria que é mais provável que vc chegue com o carro amassado se for pras cidades maiores que algo mais grave. Ah, e tenha sempre estepe e combustível, pq eu não vi muitos lugares para conserto nas estradas (e muitas delas não pega celular).

      Essa foi minha experiência andando de ônibus e carro (táxi e guias) no Peru 😉 Acho que pra vc é tranquilo se já estiver acostumada ehhehe

  7. Uaaaauuuu!!!!
    Achei que vc fosse falar sobre os tremores de terra (frequentes por lá), deslocando pedras, causando deslizamentos, chuvas, etc. Mas, Fred! kkkkkkkkk é PANK mesmo!.
    – IMPORTANTE:
    Você é o 1º a mencionar sobre os perigos nas estradas. Com certeza vai ajudar muita gente. Obrigada.
    E.T. Na Bolívia é assim também, esse jeito de dirigir?!
    No aguardo, explorando seus conhecimentos, hehe.

    • Pois é, Angelica. Já recebemos vários relatos de outros leitores dizendo que dirigiram numa boa no Peru, mas particularmente não recomendo essa experiência tão intensa. Pode render uma bela aventura. As mesmas considerações valem para o trânsito na Bolívia 😉

  8. Estou realizando um sonho … ir a machu picchu 25 de maio a 29 de maio/2016
    vou com grupo através de uma agência de viagem. Segue o roteiro
    1º dia chegada em cusco- aclimatização
    2º dia Valle Sagrado dos Incas – Pisac – Ollantaytambo e Aguas Callientes
    3º dia Machu Picchu opcional subida a montanha Wayna Picchu
    voltando a noite para cusco
    4º Cusco – voando para Lima a tarde e a noite volta para o Brasil
    Roteiro curto. Mas acredito que com tudo organizado pelos guias e agencias vai dar para aproveitar.
    estou certa?

    • Oi Cristina, que legal :) Pelo pouco tempo que vc tem, o roteiro está bom sim. Se tiver como colocar mais dias, eu colocaria, tem bastante coisa pra ver no valle sagrado ainda. De qualquer forma, oportunidades de voltar sempre existirào 😀 Boa viagem e aproveite!

  9. 1 7 8 9
Deixe seu Comentário