atualizado em:

Como usar o transporte público de Budapeste

Não se perca nessa grande cidade do Leste Europeu. Veja dicas sobre como se locomover mesmo sem entender uma palavra em húngaro.

por Leonardo Neves outros artigos do autor
atualizado em:

Você sabia que o sistema de transporte público de Budapeste, na Hungria, é um dos mais antigos da Europa?

Pois é, assim como de costume no Velho Continente, a melhor forma de se deslocar entre os principais pontos turísticos de Budapeste é o transporte público. Eficiente, rápido e e relativamente confortável. Nem parece que é antigo.

Assim como o metrô de Paris e o metrô de Berlim, o transporte público de Budapeste pode parecer um pouco confuso. Além disso, entender quais são os tipos de bilhetes e passes pode significar mais lugares visitados com menos gastos para o bolso.

Seja de trem, tram, ônibus, metrô ou de bicicleta, a vantagem de usar o transporte coletivo é conferir de perto um pouco da história de Budapeste.

História e curiosidades sobre transporte público de Budapeste

Por ser uma das principais cidades ao longo do rio Danúbio, Budapeste teve seu desenvolvimento muito ligado à evolução dos transportes públicos.  Entretanto, o real avanço aconteceu no século 19 quando então as cidades de Buda e Peste se uniram formando Budapeste.

Com a união, foram construídas pontes que uniam as duas cidades, o que facilitou o trânsito de pessoas e do principal transporte na época: o bondinho a cavalo que fazia trajetos em trilhos dentro das cidades.

Na mesma época da construção das pontes do rio Danúbio, começou a movimentação para inaugurar outro sistema de transporte que ligasse a Ponte das Correntes ao distrito do Castelo de Buda. Assim surgiu o Funicular, em 1870. O pequeno bondinho, que lembra uma escada, é usado apenas no trecho para subir o terminal da ponte até o castelo.

Atualmente, subir com o funicular acaba sendo mais um charme do que propriamente um transporte de grande utilidade e deslocamento, mas ainda sim vale a experiência turística.

O boom dos bondinhos, ou trams, de Budapeste começou em 1887, quando a tração por cavalos começou a ser substituída por motores à vapor e trens elétricos. Utilizando as mesmas linhas já criadas pelos cavalos no início do século, a expansão foi rápida e passou a cobrir a região unificada de Buda e Peste.

Aliás, em 1896 foi fundada a primeira linha de metrô da capital húngara, sendo a segunda linha de metrô subterrâneo mais antiga da Europa, ficando atrás apenas de Londres.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 24

Sistema de transporte de Budapeste

Atualmente, a capital da Hungria tem 4 linhas de metrô, 32 linhas de trens, 15 linhas de trólebus (os trams), 2 linhas de barco e mais de 260 linhas de ônibus, que cobrem perfeitamente os 525,2 km² da cidade, além de atender municípios próximos com 4 linhas de trens suburbanos (HEV).

Com centenas de estações e paradas espalhadas, não há quase lugar em Budapeste que você fique sem opções de transporte.

Principais linhas turísticas do transporte em Budapeste

A principal alternativa, e a mais utilizada pelos turistas, é a linha 2 dos trams. A linha realiza o trajeto com os clássicos bondinhos ao estilo do século 19 e percorre a extensão das margens do rio Danúbio do lado de Peste.

Se você está no lado de Buda, as linhas 19 e 41V fazem um trajeto similar, mas na margem oposta.

Outra opção única de Budapeste é poder percorrer as linhas do transporte de barco no rio Danúbio. São duas linhas de barco que percorrem a extensão do rio dentro dos limites da cidade e se tornam uma atração, passando em frente ao parlamento húngaro e outros locais históricos.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 31

Horários do transporte de Budapeste

Como todo o sistema de transporte da cidade é de gestão da BKK, os horários do transporte de Budapeste são unificados. Ou seja, trem, metrô ou ônibus operam nos mesmos horários: diariamente das 4h30 até as 23 hrs.

Nesse momento você, leitor boêmio ou que gosta da vida noturna (ou ambos), se questiona: o que eu faço se passar da hora?

Ônibus noturnos de Budapeste

Semelhante aos transportes de Berlim e Paris, Budapeste também tem ônibus noturnos que operam durante o período das 23 hrs até às 4h30.

As mais de 40 linhas noturnas cobrem todo o centro da capital da Hungria, os subúrbios e diversas cidades da região metropolitana. Além disso, a linha 6 de tram opera 24 horas por dia todos os dias.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 20

Aplicativo

O aplicativo oficial BKK FUTÁR, disponível para Android e iOS, é um ótimo companheiro para quem precisa acessar os horários e linhas de Budapeste de maneira rápida.

O app oferece as melhores opções para seus trajetos, um mapa detalhado com todos os pontos de vendas de bilhetes, locais de aluguel de bicicletas, além de trazer os horários do transporte em tempo real.

Para quem está com a internet contada (aliás, saiba como ficar conectado em Budapeste) ainda existe a função de baixar os mapas do sistema para acessá-los offline.

O único detalhe é que o app oficial não faz a venda dos bilhetes.

Preço dos bilhetes do transporte de Budapeste

Apesar de fazer parte da União Europeia, a Hungria não adotou o euro e ainda usa seu moeda própria: o florim húngaro (HUF). Um euro vale ao equivalente a 348,25 HUF (cotação de maio de 2020). Por isso, não se surpreenda se ver preços em centenas ou milhares. Não é resultado de uma superinflação é apenas a moeda local. Aliás, leia sobre qual moeda levar para Budapeste antes da sua viagem.

O transporte de Budapeste oferece diversos tipos de bilhetes, desde passes unitários comprados com antecedência, até os retirados na hora ou os que serão usados apenas dentro do limite da cidade. O mesmo bilhete pode ser usado em todos os meios de transporte de Budapeste, exceto no funicular e nas linhas de barco que, apesar da mesma administração e bilheteria da BKK, têm um ticket específico.

Para facilitar, selecionei as melhores opções que podem ser compradas e utilizadas dentro dos limites da cidade de Budapeste:

  • Bilhete simples (sem transferências): 1 euro
  • Bilhete simples (comprado direto de motoristas de ônibus): 1,29 euro
  • Bilhete Simples com transferência (uma única transferência): 1,52 euro
  • Ônibus 100E até o aeroporto: 2,58 euros
  • Bilhete de metrô para até 3 estações: 0,86 euro
  • Bilhete simples para barco: 2,15 euros
  • Bilhete simples para barco (até 15 anos): 1,58 euro

Com esses bilhetes você consegue transitar por toda a região central de Budapeste. Porém, como bom viajante, se você quiser explorar a cidade além de seus limites turística, será necessário comprar um Travelcard.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 16

Travelcard de Budapeste

O Travelcard de Budapeste é a opção mais prática para utilizar o metrô, tram ou ônibus na cidade. Assim, você não precisa fazer continhas para escolher qual passe usar.

Com opções de 1, 3 e 7 dias, o bilhete para o turista engloba todas as linhas de transportes da cidade (exceto o Funicular), tem uso ilimitado de viagens e pode ser comprado com até 30 dias de antecedência.

Os valores são:

  • Bilhete de 24 horas: 4,74 euros
  • Bilhete de 24 horas (até 5 pessoas): 9,48 euros
  • Cartela com 5 bilhetes de 24 horas: 13,07 euros
  • Bilhete de 3 dias: 11,92 euros
  • Bilhete de 7 dias: 14,21 euros

Budapest Card

Outra opção para os viajantes é o Budapest Card. Além do número ilimitado de viagens dentro do período vigente do bilhete, você ainda tem direito a entrada grátis em 20 museus, passeios gratuitos e descontos em lojas e restaurantes.

O Budapest Card de 72 horas inclui a linha 100E de ônibus que serve o aeroporto, um mini cruzeiro pelo rio Danúbio, a entrada para o funicular, um bolo de chaminé tradicional e outras experiências.

Aqui vale muito a pena checar quais atrações você quer conhecer para decidir se vale a pena o Budapest Card ou o Travelcard.

Os valores são:

  • Bilhete de 24 horas: 21,99 euros
  • Bilhete de 2 dias: 32,99 euros
  • Bilhete de 3 dias: 42,99 euros
  • Bilhete de 4 dias: 52,99 euros
  • Bilhete de 5 dias: 62,99 euros
  • Bilhete de 3 dias Plus: 66,90 euros

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 22

Qual o melhor bilhete do transporte de Budapeste

É hora de decidir qual a melhor opção para sua passagem por Budapeste.

A cidade concentra suas principais atrações na região central e dificilmente você sairá do centro. Além do mais, considerando que o aeroporto fica bem próximo do coração da cidade, a probabilidade de você se afastar além de 30 km do centro fica ainda mais improvável.

Para evitar uma bela multa ou confusão na hora de escolher o bilhete ideal, opte por uma das opções de Travelcard. Eles dão direito a viagens e transferências ilimitadas, sem contar a fácil integração com ônibus, metrô e trem, sem se preocupar em levar uma multa.

Pensando somente no transporte, se você ficar em Budapeste por:

  • 1 ou 2 dias: compre travelcards de 24h.
  • 3 dias: travelcard de 3 dias
  • de 4 a 5 dias: cartela com 5 bilhetes de 24h
  • de 6 a 7 dias: travelcard de 7 dias

Calcule o melhor bilhete a partir do número de dias que quer passar em Budapeste. Planeje a viagem, faça um roteiro com base no Google Maps (a gente te ensina como) e não fique encucado com o valor das passagens.

Se você quer ter a experiência completa de Budapeste em até 3 dias, opte pelo Budapest Card Plus de 3 dias. Com 66 euros você conhece o melhor da cidade, ganha descontos em refeições, faz um mini cruzeiro no Danúbio e mais.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 02

Onde comprar e como usar os bilhetes do transporte de Budapeste

Os bilhetes para o transporte público de Budapeste podem ser comprados nas máquinas eletrônicas presentes nas plataformas das estações, bastando acessar a opção em inglês do aparelho e selecionar a alternativa que melhor vai te atender.

Assim que for usar o seu bilhete, você deve validá-lo (carimbando ou furando) em uma das máquinas presentes nas plataformas das estações de metrô ou dentro dos vagões dos trens e trams e dos ônibus, conforme o bilhete e o transporte escolhido.

O Travelcard e o Budapest Card não precisam ser furados, apenas deve-se respeitar seu período de vigência a partir do momento da data de emissão impressa ou da data que você mesmo deve colocar quando fizer o primeiro uso.

Não esqueça de fazer essa validação, caso contrário você pode levar uma multa pesada se um dos fiscais te pegar.

Resultado de uma parceria entre a cidade de Budapeste e uma empresa de tecnologia, o app para Android e iOS Közlekedési Mobiljegy (nominho confuso hein?) oferece a possibilidade da compra online. A atenção fica por conta da língua já que a aplicação só está disponível em húngaro ou inglês.

Como comprar os tickets de transporte em Budapeste online

Atualmente, apenas os bilhetes do shuttle para o aeroporto (ônibus 100E) e as opções de 1, 3 e 7 dias do Travelcard estão disponíveis para compra online dentro do aplicativo Közlekedési Mobiljegy.

Basta comprar as passagens com um cartão de crédito internacional. Assim que embarcar em um ônibus você deve escanear o QR Code próximo da porta por onde embarcou, mostrar a animação que aparece para o motorista e seguir viagem. Sem filas e sem demoras.

Já o Budapest Card precisa ser comprado direto no site.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 04

Como ir do aeroporto e ao centro de Budapeste

De trem

Um dos grandes trunfos de Budapeste é a curta distância entre o centro e seu aeroporto. Com pouco mais de 21 km entre o coração da cidade húngara até o terminal Ferenc Liszt (BUD), o trajeto é facilmente feito de carro, em menos de meia hora em dias sem muito trânsito.

Optar por fazer esse trajeto usando o transporte é uma outra opção viável. Se você acabou de chegar no aeroporto, basta pegar o ônibus 200E (de noite, entre 23 horas e 4h30, é preciso pegar o ônibus 900) no terminal 2 até a estação de trem Ferihegy. De lá, é só seguir viagem sentido Nyugati, uma das principais estações de trem na região central de Budapeste.

A atenção fica com a compra dos bilhetes: o terminal 2 do aeroporto não vende os passes comuns do transporte público da cidade. Porém, é possível adquirir um Travelcard ou passes de 24 e 72 horas na loja dos correios que fica no mezanino do Terminal 2A. Ou, caso queira dispensar o ônibus até a estação, o bilhete para rumar sentido centro de Budapeste pode ser comprado nas máquinas eletrônicas nas plataformas.

O caminho inverso é válido para quem quer sair do centro e ir para o aeroporto, porém com a facilidade de poder comprar o bilhete comum na própria estação de Nyugati.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 28

De ônibus

O mesmo ônibus que te leva do terminal 2 até a estação Ferihegy, a linha 200E, também pode ser usado para seguir viagem até a estação Nagyvárad, no centro da cidade (temporariamente o terminal da linha M3 do metrô que está em reformas).

A vantagem desta opção é não precisar fazer viagem com dois meios de transportes distintos, evitando muito deslocamento com as malas. Porém, se você está com muito peso na bagagem ou mais de uma mala para carregar, o trem é mais conveniente e espaçoso.

No caminho contrário, do centro para o aeroporto, fique atento para o ônibus que você irá pegar: o 100E.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 07

Táxis e aplicativos de transporte em Budapeste

Existem diversas empresas de táxis operando em Budapeste. Semelhante ao Rio de Janeiro ou Nova York, os carros registrados estão identificados na cor amarela com uma plaquinha escrito: Minősített budapesti taxi (táxi licenciado), além da peça “TÁXI” no topo do veículo (duh).

A viagem tem um preço base de 2 euros e um adicional de 0,86 euro por quilômetro rodado, além de 0,22 euro adicional por minuto dentro do carro durante a corrida.

Desde 2016, aplicativos de transporte como o Uber ou Lyft são banidos em toda a Hungria. A alternativa permitida para quem quer chamar um carro usando o celular é o app Taxify.

As taxas cobradas no aplicativo são bem semelhantes ao do táxi comum. A vantagem é a comodidade de não ficar precisando acenar para um motorista disponível na rua e, semelhante ao Uber, é só chamar e aguardar no lugar marcado.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 01

Andando de bicicleta em Budapeste

Andar de bicicleta em Budapeste é outra alternativa de transporte. Se você está afim de mais autonomia e só quer andar calmamente pelo Danúbio (e está afim de cansar um pouco as pernas), é só alugar uma magrela.

Existem cerca de 100 pontos de retirada de bicicletas da Bubi, a empresa pública de aluguel de bicicletas, e normalmente ficam próximo das estações de metrô.

A empresa oferece o aluguel gratuito de bikes pelo uso de 30 minutos e cobra adicionais de uso após este período. Para utilizar as bikes espalhadas por Budapeste é necessário fazer um cadastro no site da Bubi ou no aplicativo (disponível para Android e iOS).

Após registrar seu cartão de crédito internacional e escolher qual bicicleta vai usar (há um código ou QR Code impresso no corpo da bicicleta), um valor de 72 euros será bloqueado em sua conta. Ao devolvê-la antes dos 30 minutos em uma das estações, você não paga. Se passar disso, o valor excedente do tempo é debitado dos 72 euros bloqueados.

Usando o transporte público de Budapeste na Hungria 23

Assine nossa newsletter!