atualizado em:

Roteiro Buenos Aires barata: como ir longe gastando pouco

Dá pra viajar para Buenos Aires gastando pouco? Esse guia mostra que sim!

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Um oferecimento:

Destino campeão de audiência entre os brasileiros, Buenos Aires nunca sai da moda. Também pudera! A cidade vive se reinventando com uma agenda cultural animada, ótimos restaurantes e bares além, é claro, de todos os cartões postais que fazem a festa no Instagram.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Plaza de Mayo

Mas você deve estar se perguntando: em tempos de câmbio instável, dá pra aproveitar uma viagem à capital argentina gastando pouco? Com certeza! Com um pouquinho de planejamento, você consegue ir longe com pouco e sem perrengue para curtir o melhor de Buenos Aires. Vamos juntos?

Roteiro barato por Buenos Aires

Este roteiro econômico mostra os clássicos de Buenos Aires tanto para quem vai conhecer a capital da Argentina pela primeira vez, quanto para quem quer revisitar os principais pontos turísticos num final de semana prolongado.

Aproveite! Entre uma taça de vinho e uma empanada, a cidade continua mantendo seu charme dramático como uma bela milonga.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - mafalda

Como chegar até Buenos Aires com a Gol

A GOL leva os brasileiros para Buenos Aires saindo de onze cidades diferentes (São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Manaus, João Pessoa, Salvador, Fortaleza, Natal, Porto Seguro, Recife e Maceió) e é a companhia brasileira que mais oferece opções de voos para o nosso destino queridinho.

Melhor ainda é poder voar a bordo do novo Boeing 737-800 Next Generation que tem USB para carregar dispositivos, opções de upgrade para a premium economy, snacks, entretimento de bordo via aplicativo e internet móvel oferecida a um custo adicional.

roteiro buenos aires barato indo longe com pouco gol aviao

Quanto custa viajar para Buenos Aires

Ao longo do roteiro, destaco os valores dos ingressos e o custo médio das refeições, mas já adianto que gastei 380 reais durante os 4 dias de viagem com passeios, alimentação e transportes, ficando abaixo da minha previsão que era de 500 reais.

Foi um roteiro econômico e sem perrengues (e ainda deu pra aproveitar uma bela parrilla argentina!). Veja como foi.

Quanto custa viajar para Buenos Aires?

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Bosques de Palermo

Chegando em Buenos Aires: imigração, aeroporto, dinheiro e táxi

Todos os voos internacionais agora aterrissam no Aeroporto Internacional de Ezeiza, o mais distante do centro da cidade. Assim que desembarcar e passar pelos trâmites de imigração, reserve alguns momentos para trocar dinheiro e contratar seu táxi.

Como é a imigração em Buenos Aires?

A imigração em Buenos Aires é muito tranquila. Brasileiros não precisam de visto para viajar pelo país vizinho, apenas é necessário mostrar a carteira de identidade com até 9 anos e 6 meses de emissão ou o passaporte também com pelo menos seis meses de validade. Nenhum tipo de vacina é exigido dos brasileiros.

Você sabia que nossa carteira de identidade também tem validade? Aqui no Brasil isso não é muito importante, tanto que poucos se atentam a esse fato, mas para viagens pelo Mercosul, faz toda diferença.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - feira de artesanato da recoleta

Como sair do aeroporto de Ezeiza e seguir até o centro de Buenos Aires?

Aplicativos de transporte e caronas compartilhadas ainda não funcionam plenamente em Buenos Aires e a logística para sair do aeroporto de transporte público é muito complicada, podendo tomar mais de 2 horas da sua viagem e precisando de várias baldeações com as malas. Ah! Cuidado com motoristas não credenciados que ficam oferecendo seus serviços no saguão do aeroporto.

Também nem pense em alugar carro para percorrer este roteiro de Buenos Aires. Eu planejei tudinho para você aproveitar o melhor da cidade usando o belo combo: caminhadas e curtas corridas de táxi.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Palermo

A opção mais cômoda e, relativamente barata, para sair de Ezeiza é contratando o transporte com a empresa Táxi Ezeiza, cujo guichê fica no salão principal e costuma trabalhar com valores tabelados. Pagamos 1.290 pesos para 3 pessoas com 3 malas até o Ibis Obelisco e conseguimos um desconto para a volta que ficou em 990 pesos argentinos. A empresa também aceita pagamentos em reais e dólares.

Geralmente contratar esse tipo de serviço de táxi oficial no desembarque costuma ser algo mais caro, mas Buenos Aires é exceção.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - san telmo 2

A Tienda Leon também tem um guichê no aeroporto e oferece transportes regulares em ônibus executivos para diferentes bairros da cidade. É uma alternativa mais econômica para quem está viajando sozinho e não faz questão de chegar rapidamente ao hotel.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - puerto madero

Qual moeda levar para Buenos Aires? Peso Argentino, Real ou dólar?

Em hipótese alguma vale a pena comprar moedas consideradas fracas nas casas de câmbio no Brasil, por isso não compre pesos argentinos por aqui.

Se não quiser se preocupar com dupla conversão (de real para dólar para peso argentino), leve reais para Buenos Aires e viaje tranquilo. Se o roteiro da viagem seguir por outros destinos argentinos, vale levar somente dólares e fazer as conversões ao desembarcar no país.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - praças

A Argentina é um dos poucos lugares do mundo que vale a pena fazer câmbio no aeroporto. Mas essa regra é válida apenas para a agências do Banco de la Nación que fica logo à direita do desembarque internacional. Ela funciona todos os dias do ano, 24 horas por dia.

Atenção: eles não costumam aceitar notas rasgadas ou que tenham pequenas manchas de tinta ou rasuras.

Se não der tempo para fazer câmbio no aeroporto, vá até a calle Sarmiento, de segunda à sexta durante o horário bancário, porque durante os finais de semana ou a noite, a cotação costuma ser mais desfavorável.

Descontos em Buenos Aires

Lembre-se que, ao pagar hotel com cartão de crédito ou cartão pré-pago internacional, você ganha isenção de 21% de IVA, um imposto parecido com o nosso ICMS. Essa porcentagem supera nosso IOF de 6,38% e cobre a variação cambial do cartão de crédito. Portanto, vale a pena pagar as diárias do seu hotel usando o cartão de crédito internacional.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - la bomboneira

Como se locomover em Buenos Aires usando o transporte público

Para calcular as rotas e os melhores deslocamentos, use aplicativos como o Google Maps e o Moovit (você vai precisar de um chip de internet ou de roaming internacional). Salve o mapa que está no final deste post, pois ele te leva para todos os lugares indicados ao longo deste roteiro.

Viajando sozinho e querendo fugir dos táxis, você precisará comprar a tarjeta SUBE que é o passe de transporte público de Buenos Aires. Este cartão é vendido nas principais estações de metrô e custa 90 pesos mais os créditos das suas viagens (cada trecho do metrô custa 16,50 e um mesmo cartão pode ser utilizado por mais de uma pessoa).

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - livraria

O táxi ainda é o meio de transporte oficial de quem passeia por Buenos Aires. Releve o mal humor dos motoristas e opte sempre por caminhar umas duas quadras além dos pontos turísticos para evitar encontrar profissionais maliciosos que rodam com taxímetro adulterado, algo comum nas grandes cidades turísticas.

Para não ser enrolado pelos taxistas, é importante falar o endereço escolhido sempre sinalizando as ruas que o cortam. Por exemplo: Av. Santa Fe entre Av Callao y Riobamba. Tenha em mãos dinheiro trocado e evite pagar as corridas com notas maiores do que 100 pesos.

Onde ficar em Buenos Aires

Muita gente acaba optando por se hospedar no centro de Buenos Aires logo numa primeira viagem. Nesse quesito, o Ibis Obelisco ganha de goleada.

Pertinho dos principais pontos turísticos do centro histórico, de alguns restaurantes bem tradicionais e do metrô, o hotel não é o Messi, mas também bate um bolão. A equipe é prestativa, os quartos são confortáveis e o lounge traz a nova linha mais moderninha da marca que é sinônimo de hospedagem barata de qualidade.

roteiro buenos aires barato indo longe com pouco ibis obelisco

Qual é a melhor época para viajar para Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade “visitável” o ano todo. O verão é úmido, o que aumenta ainda mais a sensação de calor que, nessa época do ano, pode deixar muita cidade brasileira no chinelo. O inverno é ameno, se comparado a outros destinos como Santiago ou Quito. Desculpe ser a portadora de más notícias: a neve da Patagônia não chega por essas bandas.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - caminito

Roteiro de quatro dias em Buenos Aires

Dia 1 (quinta-feira): chegada e Obelisco

Resolvida toda essa parte mais “burocrática” da chegada a um novo destino, é hora de aproveitar o primeiro marco de Buenos Aires: a Av. 9 de Julho e o Obelisco.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - obelisco

Se você chegou cansado da viagem no final do dia, a fome já deve estar mandado os primeiros sinais. Siga caminhando pelo centro histórico – passando pelo belo Teatro Colón e pela Plaza Lavalle – até o restaurante El Cuartito, uma tradicional pizzaria argentina aberta em 1934.

Não espere encontrar uma massa leve ou ingredientes vindos direto da Itália. A pedida aqui é algo saboroso e bem barato. Aproveite para descansar porque, nos próximos dias, a programação promete ser intensa.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - pizza argentina barata

El Cuartito

  • Endereço: Calle Talcahuano, 937
  • Horário: de terça a domingo, das 12:30 às 2h
  • Pagamento: somente em dinheiro
  • Preço: considere gastar cerca de 300 pesos numa pizza grande.

Dia 2 (sexta-feira): Centro Histórico, Caminito, La Bombonera e aula de tango

Hoje o dia começa cedo com uma visita pelo Teatro Colón, considerado um dos mais importantes teatros do mundo ocidental. Sua arquitetura clássica e sua acústica perfeita são muito elogiados pelos amantes das óperas e do teatro.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - teatro colon

O próximo ponto turístico dessa região central é a famosa Galerías Pacífico, um shopping que abriga lojas de marcas globais e uma das cúpulas mais bonitas da cidade. Ao entrar, não se esqueça de olhar para alto (todo mundo terá a mesma reação). Mesmo num roteiro econômico ou sem compras, vale conferir a beleza da arquitetura meio europeia deste centro comercial.

De lá, siga caminhando até a Casa Rosada, símbolo do governo argentino e descubra o porquê do seu nome. Em frente, você verá a famosa Plaza de Mayo.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Casa Rosada

Hora do almoço! Como dizem, turista de estômago vazio não para em pé.

Nesse quesito, outro endereço muito tradicional dos argentinos é a La Morada, um restaurante com uma decoração um tanto quanto peculiar, mas que serve algumas das melhores empanadas da cidade. Outra dica barata e saborosa para comer bem gastando pouco em Buenos Aires.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - restaurantes no centro

Algumas empanadas depois, é hora de seguir para o cartão postal dos cartões postais: o Caminito. Depois de alguns cliques e poses para as fotos, continue caminhando para o famoso estádio La Bombonera do Boca Juniors que está a menos de cinco minutos das casinhas coloridas.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - caminito

A La Bombonera é um estádio pequeno que povoa o imaginário de todos os torcedores de futebol latino-americano. Eles oferecem diferentes tipos de visitas e mesmo a mais barata é interessante e mostra a trajetória do time.

O apelido do estádio La Bombonera vem do seu formato, que parece, veja só, uma caixa de bombons

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - la bomboneira

Com fôlego ou tempo sobrando antes do jantar? Pegue um táxi até Puerto Madero para conhecer um bairro que foi completamente revitalizado que traz ares mais modernos e diferentes que o centro histórico. A Puente de la Mujer é o marco desta região.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - puerto madero

Uma pausa para o café – ou chocolate quente – porque ninguém é de ferro. O Ol’days Coffee and Deli é um simpático café em Puerto Madero que combina com esse combo passeio pelo calçadão + Puente de la Mujer. Peça a torta de maçã, porque dizem que ela é uma ótima fonte de energia para a aula de milonga que você está prestes a encarar.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - cafe

Buenos Aires é a terra do tango e da milonga. É quase inevitável pensar na cidade e não lembrar dos shows com casais dançando de maneira precisamente sensual. Mas que tal trocar os palcos com ingressos caros pela oportunidade de ser o centro do baile?

Anote essa dica com carinho: todas as sextas-feiras, a partir das 19h, o centro cultural Manzana de las Luces oferece aulas gratuitas de tango e milonga. Basta chegar, tirar o casaco e já sair bailando. É grátis e tão divertido quanto assistir a um show profissional.

Muitas calorias devidamente queimadas, nada melhor do que terminar a noite provando uma tradicional churrascaria argentina. A Parrilla Peña é um desses endereços frequentados há anos por famílias de Buenos Aires e que segue servindo o mesmo cardápio com diferentes cortes de carnes à perfeição. Depois dessa festa, volte caminhando para o seu hotel.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - parrilla churrasco

Teatro Colón

  • Endereço: Cerrito, 628. Site
  • Visitas guiadas: todos os dias, das 9 às 17h. Saídas a cada 15 minutos
  • Valor: 1000 pesos

Galerias Pacífico

  • Endereço: Av. Córdoba, 550. Site
  • Horário: todos os dias, das 10 às 21h

Casa Rosada

  • Endereço: Balcarce, 50. Site
  • Visitas guiadas: todos os sábados às 12:30 são oferecidos tours gratuitos em inglês por dentro da Casa Rosada. Preencha o formulário de reserva com antecedência no site.

La Morada

  • Endereço: Av. Hipólito Yrigoyen, 778. Site
  • Horário: de segunda a sexta, das 10 às 16:30
  • Faixa de preços: 55 pesos cada empanada

La Bombonera

  • Endereço: Brandsen, 805. Site
  • Visitas guiadas: todos os dias, das 10 às 18h
  • Valor: 470 pesos para o Museo de La Pasion Boquense mais visita express pelo estádio.

Ol’days Coffee and Deli

  • Endereço: Olga Cossettini, 1182. Site
  • Horário: todos os dias, das 7:30 às 22:30
  • Faixa de preços: 110 pesos um chocolate quente

Manzana de las Luces

  • Endereço: Perú, 222. Site
  • Horário: de segunda a sexta, das 10 às 22h. Sábados e domingos, das 14 às 20h.
  • As aulas de tango e milonga acontecem todas as sexta-ferias de graça, a partir das 19h, no pátio do centro cultural

Parrilla Peña

  • Endereço: Rodríguez Peña, 682
  • Horário: de segunda a sábado, das 12 às 16h e das 20 à meia-noite
  • Faixa de preços: 350 pesos cada prato de assado de tira (cobram 65 pesos pelo couvert)

Dia 3 (sábado): Recoleta, MALBA, parques e Palermo

Pronto para caminhar bastante por mais um dia?

Um dos bairros mais charmosos de Buenos Aires atende pelo conhecido nome de Recoleta, uma espécie de Jardins ou Leblon portenho. Comece seu giro pela região visitando a livraria El Ateneo que funciona num antigo teatro na Av. Santa Fé, entre Riobamba e Callao. Essa loja figura nas listas como uma das mais bonitas livrarias do mundo.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - el ateneo

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Recoleta

Para quem curte esse clima de Dia de los Muertos, o Cemitério da Recoleta fica no coração do bairro. Para outro clique que é a cara de Buenos Aires, caminhe por uns 10 minutos até a Floralis Generica, conhecida como a Flor Metálica. Suas pétalas se abrem e se fecham conforme as horas do dia vão passando, assim como as flores dos parques da cidade.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - cemiterio da recoleta

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - rosa metalica

Casa da obra vanguardista Abaporu, O MALBA é um dos melhores museus da Argentina e seu acervo abriga grandes trabalhos de artistas latino-americanos como Frida Kahlo, Portinari, Tarsila do Amaral e Di Cavalcanti. Um museu pra encher nosso coração de orgulho!

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - MALBA

Um roteiro cheio de clássicos argentinos não poderia deixar de contemplar um almoço no El Sanjuanino. Mais um almoço regado à empanadas caprichadas é tudo o que você vai precisar para aproveitar a tarde passeando pelos principais jardins de Buenos Aires como o Jardim Japonês e El Rosedal, dentro dos parques de Palermo.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - empanadas tipicas

Se o dia começou pelas ruas do tradicional bairro da Recoleta, ele vai terminar no centro criativo e descolado: o Palermo Soho, meu endereço favorito em Buenos Aires. De táxi, peça para descer entre as ruas Malabia e Costa Rica. As ruas El Salvador e Honduras guardam as lojas mais diferentes e bacanas. Aos sábados, o bairro também abriga uma divertida feirinha de cacarecos e artesanatos de todos os tipos made in Argentina.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Jardim Japones

Não vá embora antes de passar pela Dulce de Leche & Co, a loja é pura perdição para quem gosta de doce de leite e alfajor. Por que mesmo eu só trouxe seis para casa?

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Palermo Soho

Bairro hipster só tem restaurante caro? De forma alguma! O Chori reinventou o choripán, o sanduíche típico da argentina servido com pão e linguiça. Nada fotogênico, porém cheio de sabor, é uma opção barata para um jantar num sábado à noite.

Se sua bateria ainda não tiver arriado, você está no ponto certo da cidade para curtir os bares e a agitada noite portenha.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - restaurante Chori

El Ateneo

  • Endereço: Av. Santa Fe, 1860
  • Horário: de segunda A quinta, das 9 às 22h, sexta até 0h, sábado das 9 à 0h e domingo das 12 às 22h

Cemitério da Recoleta

  • Endereço: Junín, 1760
  • Horário: todos os dias, das 7 às 18h
  • Entrada gratuita

Floralis Generica

  • Endereço: C1425
  • Horário: todos os dias, das 9 às 18h
  • Entrada gratuita

MALBA – Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires

  • Endereço: Av. Pres. Figueroa Alcorta, 3415. Site
  • Horário: de quarta a segunda, das 12 às 20h, quartas até às 21h. Fechado às terças.
  • Ingresso: 240 pesos

El Sanjuanino

  • Endereço: Posadas, 1515
  • Horário: todos os dias, das 12 às 16h e das 19 à 1h
  • Faixa de preços: 55 pesos a empanada

Jardim Japones

  • Endereço: Av. Casares, 2966. Site
  • Horário: todos os dias, das 10 às 18h
  • Ingresso: 150 pesos

El Rosedal

  • Endereço: Parques de Palermos
  • Horário: de terça a domingo, das 8 às 18h
  • Entrada gratuita

Dulce de Leche & Co

  • Endereço: José A. Cabrera, 5061. Site
  • Horário: de terça a sábado, das 12 às 20h e aos domingos das 14 às 18h

Chori

  • Endereço: Thames, 1653. Site
  • Horário: todos os dias, das 12:30 às 0:30
  • Faixa de preço: 65 pesos

Dia 4 (domingo): Feira de San Telmo e hora de dizer tchau

Para terminar esse roteiro de primeira viagem por Buenos Aires, a Feira de San Telmo – que acontece todos os domingos a partir das 10 horas – reúne desde simpáticos vovôs vendendo todo tipo de artigo de mercados de pulgas, até jovens artistas e artesões.

O que fazer em Buenos Aires gastando pouco - Feira de San Telmo

Chegando cedo e com um pouco de paciência, dá pra cacifar algumas boas lembrancinhas. Lembre-se de pedir para o táxi te deixar entre as ruas San Juan e Defensa.

Depois da feira, é hora de voltar para o hotel para o check-out e seguir para o aeroporto com aquele gostinho de que sempre há um bom motivo para visitar Buenos Aires.

Feira de San Telmo

  • Endereço: Defensa, 120
  • Horário: domingos, das 10 às 17h

Indo Longe com Pouco

Este guia faz parte da série Indo Longe com Pouco e é patrocinado pela GOL Linhas Aéreas e pelos hotéis Ibis. Para saber mais desta viagem, acesse os canais da Finanças com a Nath e da Blogueira de Baixa Renda.

Mapa pelas principais atrações de Buenos Aires

Um oferecimento:

Assine nossa newsletter!

Comentários