atualizado em:

Visitando os Mercados de Lima

Nos últimos anos, a gastronomia peruana caiu nas graças dos críticos e hoje é a queridinha de muitos gourmets. Muito […]

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Nos últimos anos, a gastronomia peruana caiu nas graças dos críticos e hoje é a queridinha de muitos gourmets. Muito se fala sobre ela, suas criações, seus novos chefs e seus ingredientes especiais. E ao pensarmos em ingredientes e elementos diferentes é impossível não pensar nos mercados de Lima.

Mercados de Lima

Movidos por uma curiosidade louca e por uma vontade de conhecer todos aqueles grãos diferentes que compõem as famosas fotos da cidade, resolvemos visitar os dois principais mercados de Lima.

Seguindo a tradição de montar roteiros no Google Maps, o Fred traçou uma rota entre a famosa Plaza de Armas de Lima e o Estádio Nacional (a.k.a José Diaz) passando pelo Mercado Central (ou Municipal) da cidade, mas sem a ajuda do Google Street View, não poderíamos prever a aventura que nos esperava.

Onde ficar em Lima e quais os melhores bairros?

Dicas de hotéis em Lima: do básico ao luxo

Ofertas de hotéis em Lima

Mercado Central

A cada nova quadra, a cidade ia mostrando sua verdadeira cara, sem retoques, sem maquiagem. Ao chegarmos no Mercado Central notamos todos os olhares se voltando para nós, provavelmente os únicos turistas a pisarem naquela região.

Era um misto de Não Conta lá em Casa e Anthony Bourdain, mesmo estando muito instigados por conhecer todas aqueles produtos diferentes, por momentos me questionei quem estava curioso observando quem.

Ao continuarmos nossa caminhada para além do Mercado Central, nos deparamos com uma espécie de 25 de Março temática. A cada rua que entrávamos, objetos de determinados segmentos eram vendidos das mais bizarras formas que se pode imaginar. Foi lá inclusive que compramos nossa plaquinha para o caso de terremotos 😛

mercados de lima em caso de sismos

Mercados de rua de Lima

Natie, o moço tá tirando a roupa. Natie, o cara está pelado! Natie, o maluco está dançando pelado na rua!!!

Do cara pelado ao senhor vestido de frango e dançando em frente a uma loja, passando pelos olhares que insistiam em dizer que não pertencíamos àquela região, amerelei. Não tirei fotos, não gravei sequer um vídeo. Como vou contar para os meus netos que fiz um roteiro completamente off-turista e que a cada rua éramos transportados para um cenário inesperado?

Dica:

Se não quiserem ter essa experiência antropológica e interessante no Mercado Central, pegue um táxi até lá e depois saia de táxi também. Não que tenhamos sido abordados ou que tenha sido uma experiência extremamente perigosa, mas andar por aquela região a pé não é para os de coração fraco >.<

Mercado de Surquillo

Inspirados pelos posts do Edu Luz e da Anna do Nós no Mundo, nossa aventura pelos mercados limenhos só estaria completa se conhecêssemos o Mercado de Surquillo, mais amigável com os turistas que visitam a região.

mercados de lima surquillomercados de lima surquillo

Prato cheio para quem é curioso, para quem curte gastronomia, para quem quer conhecer outros hábitos. No mercado você encontra uma variedade incrível de grãos, temperos, frutas de sabores ricos e inusitados.

Fred fez a festa ao encontrar aguaymanto, a famosa physalis, uma frutinha que virou moda e a cada dia que passa está sendo mais comercializada aqui no Brasil.

mercados de lima aguaymanto physalis

Enquanto o Fred escolhia as physalis, a senhora que cuidava da barraquinha me disse que gostava muito do Brasil, porque aqui nós estudamos muito e gostamos de ler, que éramos um povo culto. Perguntei como ela sabia disso e ela prontamente me respondeu que tinha amigas brasileiras na internet.

Fiquei muito emocionada e o meu nariz vermelho não conseguia disfarçar o que eu senti naquele momento.

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros do Peru \o/

Assine nossa newsletter!

Comentários