A Giovanna é uma das leitoras assíduas aqui do Sundaycooks que pudemos ajudar durante a organização e planejamento da sua tão sonhada viagem ao Peru. Assim que voltou, ela escreveu um relato detalhado que resolvemos publicá-lo aqui no blog para que sua experiência possa ajudar outros leitores 🙂

Ficamos sinceramente contentes em saber que ajudamos a Giovanna e tantos outros leitores a organizarem suas viagens e que este nosso espaço está servindo de base para o compartilhamento de ideias, dicas, informações e, por que não, para se fazer boas amizades 😀 É por isso que fazemos o Sundaycooks com tanto carinho e cuidado. Saibam que todos vocês, que nos lêem, que deixam seus agradecimentos, comentários, dicas e relatos, são parte disso 🙂 Muito obrigada a todos \o/

Tentaremos sempre trazer os relatos dos leitores sobre suas viagens, seja pelo Peru ou qualquer outro destino, pois cada viagem é diferente e enriquecedora à sua maneira. Se você quiser participar, é só deixar o relato na caixa de comentários ou entrar em contato pelo email ao final da página “Sobre Nós” 🙂

Então, Gi, conta pra gente como foi a a sua viagem ao Peru 😀

Viagem ao Peru pela Giovanna - Machu Picchu

Viagem ao Peru: o roteiro da Giovanna

Antes de tudo, gostaria de agradecer ao blog e às pessoas de Paula Lemos, Ana Cláudia Lopes e Justino Paradinha que me ajudaram a montar o meu roteiro para o Peru. Tentarei ser o mais detalhista possível, me baseando nas dúvidas que tive quando comecei o planejamento da viagem.

Roteiro pelo Peru

Quando: 14 a 21 de Setembro de 2013

Lima

Passagens aéreas

Natal > RJ / RJ > Natal: Milhas TAM

RJ > SP > Lima / Lima > SP > RJ: R$ 546,00

Hotéis em Lima

Ibis Larco Miraflores

Data: 14 a 16/09/2013

Data: 19 a 21/09/2013

O Ibis Larco Miraflores fica a duas quadras do Shopping Larcomar. Fiz várias refeições lá, por preços muitos bons, variando entre 20 a 35 soles por pessoa.

Ótimo café da manhã, boa wi-fi e posto de táxi vizinho ao hotel com preços tabelados (negociáveis) e fixados na recepção do mesmo.

Tenho o cartão fidelidade da Accor, então consegui bons preços. Uma média de R$ 140,00 (com impostos) para um quarto duplo. Para quem tem o cartão Le Club, é possível reservar e só pagar no check-in.

Onde ficar em Lima e quais os melhores bairros?

Ofertas de hotéis em Lima

Ofertas de hotéis em Lima em Miraflores

Câmbio em Lima

Vizinho ao Ibis tem uma casa de câmbio que tinha a melhor cotação da região de Miraflores: R$ 1,00 = 1.10 Soles. No entanto, se for visitar Polvos Azules, um centro de comércio popular, troque lá o dinheiro, pois o câmbio estava a R$ 1,00 = 1,20 Soles.

Na minha opinião, era melhor sacar direto dos caixas eletrônicos, já que o valor da taxa por saque era de 12 soles, para qualquer valor.

Mais informações sobre o câmbio no Peru, veja o post:

Qual moeda levar para o Peru?

Dicas de Alimentação / Transporte / Despesas diárias

Contratei o pai do meu médico (um guia-taxista aposentado) para nos levar a alguns lugares de Lima e não compramos City-Tour. Fizemos um passeio pelo Centro de Lima, Museo del Oro (25 soles a entrada), Barranco, Miraflores, San Miguel, Callao, Barranco e ida ao Mistura por 140 soles, para as duas pessoas.

Viagem ao Peru pela Giovanna - Lima

Para traslados aeroporto-hotel / hotel-aeroporto, pagamos ao mesmo 50 soles por corrida, mas é possível conseguir por 45 soles.

Fomos aos restaurantes Pardo’s Chicken e Mangos no Larcomar, por questão de logística. No entanto, recomendo um restaurante chamado Propriedade Privada, em San Miguel, onde se come muito bem e se assiste a um show dos principais ritmos andinos. Peçam ceviche de pescada, muito bom e sugestão do Seu Juan, nosso guia limenho.

Como fomos ao Mistura, comemos muito bem em diversos lugares, mas infelizmente não lembro a maioria dos nomes. Acredito que a Paula Lemos possa dar dicas melhores de restaurantes. Também fomos ao Jockey Plaza, com uma amiga minha de Lima, então não tivemos custos nesse passeio. O shopping é lindo e perfeito para quem almeja comprar em lojas de renome mundial. Esse não era o nosso foco, mas aproveitamos bastante o passeio.

Sobre táxis em Lima, veja:

Técnicas de Negociação de Táxi em Lima

Atrações em Lima

Sítios Arqueológicos de Lima: Huaca Pucllana, Huallamarca e Pachacámac

Museu Larco em Lima: tradição e cultura peruana

Visitando os Mercados de Lima

O que fazer em Lima: outras atrações

A Bela Plaza de Armas de Lima

Cusco

Passagens aéreas

Lima > Cusco: 16/09/2013

Cusco > Lima: 19/09/2013

Companhia aérea Star Peru: 177,67 USD

Não aconselho de jeito nenhum a ir de Star Peru.

Eles fizeram overbooking conosco e um grupo de cinco alemães na ida para Cusco. O guia que acompanhou esse grupo nos disse que a Star Peru e a Peruvian Airlines não eram empresas sérias e que faziam overbooking com frequência.

Após muita insistência da minha parte, consegui que nos colocassem em um voo LAN às 11hs:45min, pagassem nosso café da manhã e ligassem para o hotel e para agência e avisassem do nosso atraso. Por sorte, deu tudo certo, nessa parte.

Apesar desse problema com a Star Peru na ida para Cusco, a volta correu tudo bem. Aconselho chegar com mais de duas horas de antecedência, mesmo sendo um voo doméstico, para evitar que eles vendam a sua passagem.

Algumas dicas de Cusco

Mal de altitude: como prevenir o soroche em Cusco

Como economizar nos ingressos de Cusco: Boleto Religioso

Restaurantes em Cusco: dicas para rechear o seu roteiro

Diversão nos Mercados de Cusco

Viagem ao Peru pela Giovanna - Plaza de Armas de Cusco

Hotéis em Cusco

Amaru Hostal II

Data: 16 a 17/09/2013

Amaru Hostal I

Data: 18 a 19/09/2013

Escolhi o Amaru Hostal I pelas avaliações positivas do Tripadvisor e pela localização, já que queria ficar no bairro San Blas e ao mesmo tempo perto da Plaza de Armas de Cusco.

Eles dão o transfer do aeroporto para o hotel de cortesia. Na hora que chegamos, eles estavam lá nos esperando, mas foi nessa hora que nos informaram que a minha reserva havia sido modificada para o Amaru Hostal II, do mesmo grupo, mas um pouco mais distante da Plaza de Armas.

Depois da chateação com a Star Peru que atrasou o nosso City Tour, fazendo com que não pudéssemos visitar a Catedral de Cusco, não questionei e ficamos no Amaru II mesmo, sob a promessa (que foi cumprida) de que na volta de Machu Picchu iríamos para o Amaru I.

Quando chegamos ao hotel, tomamos mate de coca, guardamos as malas e um funcionário da Mariela estava na recepção para nos pegar. Nessa hora comecei a gostar da Marielita, pois ela fez de tudo para que não perdêssemos o City Tour inteiro. Logo no início da manhã a pequena Mariela da Qorianka (depois relato com detalhes o que contratamos) já tinha ido ao hotel e avisado sobre horários e guia. Para facilitar a compreensão, farei o relato dia a dia, de acordo com o pacote que fechamos com ela.

Valor da diária: USD 55, 00 para um quarto duplo. Eles pedem o adiantamento da primeira noite para efetivar a reserva.

Veja outras opções de hospedagem em Cusco:

Onde ficar em Cusco?

Ofertas de hotéis em Cusco

Pacote fechado com a Qorianka Tours da Mariela

Valor por pessoa: USD 325,00 com o boleto turístico de Cusco, todos os ingressos, transportes e guias.

Viagem ao Peru pela Giovanna - Cusco

Pagamos a metade via paypal no fim de Julho, embora já tivéssemos os tickets de Machu Picchu com Huayna Picchu e do trem desde o início do mês.

No início ela nos falou que o pacote incluía trem da Peru Rail, mas quando nos enviou os tickets vimos que era Inca rail. Pedi para mudar para Peru Rail, mas ela falou que não tinha trens disponíveis para às 14:30, como queríamos. Pensei que fosse “conversa” dela, mas confirmei no site da empresa. Não se dando por satisfeita, depois de 20 dias ela conseguiu trocar o horário do trem para a hora que eu queria. Depois dessa, não questionei mais sobre a empresa, afinal ela conseguiu o que pedi.

Eu gostei da Inca Rail e do grupo em que ela nos colocou (dois rapazes do ES e quatro casais de motoqueiros de SC). Um dos rapazes do ES já conhecia a Mariela desde 2007, quando foi ao Peru pela primeira vez. Deu excelentes informações sobre ela, assim como outras pessoas com quem conversamos.

Leia também:

Agência de viagem do Peru, qual você indica?

8 problemas e soluções ao montar um roteiro para o Peru

Boleto Turístico de Cusco: Indispensável

DIA 1

Qorikancha (Templo do Sol), Sacsayhuamán, Qenko, Puca Pucara, Tambomachay

No final do tour desse dia nos deixaram no escritório da Mariela para que pagássemos a outra metade. Nesse ponto gostei mais um pouco dela, pois mesmo tendo combinado conosco de receber o pagamento assim que chegássemos a Cusco e antes do city tour, fizemos o passeio e só fomos lá depois e compartilho da mesma opinião do amigo Justino: ela é muito honesta.

Jantamos no Bembo’s. Dica da Paula Lemos.

Leia também:

Valle Sagrado: Sacsayhuamán, Qenqo, Tambomachay e Pisac

Valle Sagrado: Qorikancha, Tipón, Pikillacta e Andahuaylillas

Visitando o Valle Sagrado dos Incas: tirando todas as dúvidas

DIA 2

Pisac, Urubamba, Ollantaytambo, Aguas Calientes

Keros Hostal

Em Aguas Calientes escolhemos o Keros Hostal. Eles nos esperaram na estação de trem, mas quando chegamos no bendito local, depois de muito subir ladeira, descobrimos que o dono do hotel havia nos transferido para outro. Andamos um pouco mais e ficamos no Royal Inti Inn que tinha qualidade inferior ao Keros, mas por sorte estávamos cansados e não estava tão frio, logo, não sofremos muito. A cama era boa e a localização também (bem mais perto da estação de trem e de ônibus).

O guia contratado pela Mariela nos procurou no hotel, mas como tínhamos ido jantar, ele deixou recado avisando da hora de encontro no dia seguinte. Apesar desse inconveniente, no fim deu tudo certo. Só para constar, Aguas Calientes é um charme!

Veja outras opções de hospedagem em Aguas Calientes:

Ofertas de hotéis em Machu Picchu e região

Leia também:

Valle Sagrado: Chinchero, Moray, Salineras de Maras e Ollantaytambo

DIA 3

Machu Picchu

Fiz amizade com um casal do RJ e fiquei no grupo deles, já que não encontrei o meu, nem o guia. Depois de duas horas, encontrei meu grupo e me juntei a eles. Uma dica é guardar a bagagem no guarda-volumes da parte de fora que custa só 5 soles. Levei só uma bolsa pequena com lanche, capa de chuva e uma garrafa de água. Como escolhi subir Huayna Picchu no segundo grupo, às 10:00, deu tempo de ver tudo com calma.

Viagem ao Peru pela Giovanna - Huayna Picchu

Eu tinha que estar às 14:00 na estação de trem, então pensei que se fosse para fila do ônibus de descida às 13:00 estava bom. Ledo engano! A fila é enorme. Tive que apelar para o meu poder de barganha de advogada. Falei com a funcionária sobre a hora do meu trem e ela nos encaixou no ônibus que estava saindo. Nesse ponto adorei a compreensão deles.

Nessa noite jantamos em uma Pizzaria na Plaza de Armas que não lembro o nome agora. Fomos finalmente para o Amaru Hostal I, hospedagem de ótimo custo-benefício. Eles guardaram nossa bagagem, sem custo, enquanto estávamos em Machu Picchu e mais, providenciaram o transporte das malas do Amaru II para o Amaru I. Em ambos, o café era ótimo. As instalações do quarto eram boas (como mudaram a nossa reserva sem aviso prévio, nos deram o melhor quarto deles).

Leia Também:

Ingressos para Machu Picchu: Como comprar e possíveis dúvidas

Como ir para Machu Picchu

Qual é a melhor época para visitar Machu Picchu?

Machu Picchu: eram os deuses astronautas?

DIA 4

Depois do relato da Ana Cláudia e da Paula sobre os transfers contratados e não cumpridos pela Mariela, resolvemos não incluir no pacote. Pedimos na recepção do hotel a indicação de um táxi de confiança deles para voltar ao aeroporto e nos cobraram 12 soles.

Viagem ao Peru pela Giovanna - Machu Picchu e Lhama

Impressões gerais sobre o Peru

Lima é bonita mas Cusco não tem comparação. Me arrependi de não ter ficado mais tempo em Cusco. Dois dias em Lima são suficientes.

Recomendo o Ibis Larco Miraflores (Lima) e o Amaru Hostal I e II (Cusco). Em Aguas Calientes, se contratarem a Mariela, não escolham o Royal Inti Inn.

Subam Huayna Picchu! É realizável e vale a pena. Reservem com mais de 3 meses de antecedência.

Não recomendo a Star Peru nem a Peruvian Airlines. Eles fazem overbooking.

Recomendo a Inca Rail. Escolham voltar no trem das 14:30. Dica da Paula Lemos que eu adotei e deu super certo.

E por fim, apesar de tudo, a Mariela é recomendadíssima. Podem contratar sem medo.

Se tiverem dúvidas ou precisarem de ajuda estou totalmente à disposição. Na oportunidade, aproveito para agradecer ao blog e aos todos que responderam às minhas inúmeras perguntas (especialmente a Paula Lemos, a Ana Cláudia Lopes e ao Justino Paradinha com quem tive e tenho contato direto) por me ajudarem a realizar esse sonho de infância.

Nota do Editor: A Giovanna disse que o Inti Wasi mudou de nome para Royal Inti Inn (já está atualizado no post) 😛

Giovanna, super obrigada pelo relato completíssimo!

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    68 Comentários
  1. Giovanna, quer dizer então que pagou USD325 com a Mariela o pacote todo incluindo o trem de cusco (que cidade saiu?) para Aguas Calientes + ticket para Machu Picchu + van que leva de Aguas Calientes para MP + Boleto Turístico (era o Geral?) + transporte para todos os lugares de cusco (valle sagrado)??

    tudo isso por USD325??

    • Olá Darwin! Eu consegui fechar todo o pacote pelo preço que informei no relato, mas isso foi em 2013. Não sei houve alterações. Só adianto que entrei em contato com umas 15 agências e a da Mariela foi a mais legal de negociar. Isso tudo sem contar que outros amigos do blog a contrataram antes de mim e tiveram sucesso. Quanto ao trem de cusco, saímos da estação Ollantaytambo, após o passeio ao Vale Sagrado. O boleto turístico era sim o “entero” e incluía as visitas a todos os museus e sítios, com exceção de Machu Picchu que possuía ingresso à parte (tb incluso no pacote). Enfim, incluía tudo mesmo. À disposição para o que precise e boa viagem.

  2. Alguem já renovou votos ou até mesmo se casou em um cerimonia andina? Vi que o SUMAQ e o Belmond fazem, alguém já fez o deles ou aconselha outro? Como foi a experiência de vocês?

  3. Primeiramente gostaria de agradecer ao sundaycooks pelas dicas.. estou fechando meu roteiro e as dicas estão ajudando bastante! Adorei o relato da Giovanna, mas eu continuo com uma dúvida… qual montanha subir? Huayna Picchu ou Machu Picchu Mountain??? Qual delas nos dá a possiilidade daquela foto classica?

    Muito obrigada!

  4. Olá Carla. Não precisa subir nenhuma delas para tirar a foto clássica. Inclusive, fiz a foto antes de subir Huayna Picchu porque queria escapar da multidão que chega depois das 10. Agora se você quiser ter a belíssima vista da cidadela, em forma de condor, suba Huayna Picchu!

  5. 1 2 3
Deixe seu Comentário